Angolano em evidência na especialidade do Open TAP em Portugal

O golfista angolano Manuel Barros ocupa o 21º lugar (Net) da primeira etapa do 34º Open TAP em golfe, que decorre em Vilamoura, no Algarve, Portugal, com a participação de duas centenas de jogadores de diversos países. Em 75 pancadas, o capitão do Clube de Golfe de Luanda (CGL) está a sete (pancadas) do líder da especialidade, o sul-africano Vernon Naidoo. O outro representante nacional, Luís Manuel, está em 71º lugar, com 81 pancadas net, após a primeira volta disputada terça-feira. Os jogadores da África do Sul estão a dominar a prova, iniciada no passado fim-de-semana e com final marcada para sexta-feira, na região portuguesa. Os jogadores africanos superiorizam-se em Net e em Gross.

Na classificação geral Net, lidera Vernon Naidoo, com 68 pancadas, seguido de Johnnie Ludick com 70. Em Gross, comanda o sul-africano Mark Mahoney, com 71 pancadas, seguido de Hugo Delport, também da África do Sul, com 72. O segundo turno inicia hoje, quarta-feira. Em declarações à Angop, a partir de Vilamoura, Manuel Barros reafirmou o objectivo da equipa angolana em tudo fazer para dignificar o nome do país no evento da Transportadora Aérea Portuguesa, apesar de defrontar adversários muito fortes.

“Jogámos bem, mas a chuva dos últimos dias deixou os campos mais pesados. Este ano estão aqui jogadores muito bons e mais habituados a campos nestas condições técnicas. O nosso objectivo é dignificar Angola, através do melhor lugar possível na classificação geral e vamos tentar ganhar por categorias”, disse. Angola, por intermédio de Manuel Barros Pedro, conquistou o Open TAP, em 1996, 1997, em Portugal, e no Brasil, em 2007.

Fonte: Angop
Foto: Jornal Desportos

DEIXE UMA RESPOSTA