Angola é candidata à organização do Pré-Olímpismo em masculinos

Kikas Gomes e companhia falharam a qualificação directa aos Jogos Olímpicos. Fotografia: Jornal dos Desportos

Kikas Gomes e companhia falharam a qualificação directa aos Jogos Olímpicos. Fotografia: Jornal dos Desportos
A Fiba-Afrique confirmou através do seu site, a candidatura de Angola para organizar, de 2 a 8 de Julho de 2012, o Torneio Pré-Olímpico de basquetebol masculino, prova que vai apurar a última selecção para os Jogos Olímpicos de Londres. De acordo com o organismo que tutela o basquetebol no continente africano, além de Angola, apresentaram candidaturas para albergar o referido certame, países como a Macedónia, Lituânia e Venezuela.

Entretanto, o Bureau Central da Fiba-Mundo reúne-se, de 10 a 11 de Dezembro próximo, em Madrid, Espanha, para decidir entre os quatro, o país que vai albergar o Torneio Pré-Olímpico. A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol falhou o apuramento directo aos Jogos Olímpicos de Londres, depois de ter baqueado frente ao seleccionado da Tunísia, com quem perdeu por 56-67, na final da XXVI edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova disputada em Antananarivo, capital do Madagáscar.

Os decacampeões africanos que tiveram a sua primeira participação nos Jogos Olímpicos, em 1992, em Barcelona, Espanha, procuram a sua sexta participação consecutiva. Depois de Barcelona/1992, o “cinco” Nacional esteve em Atlanta (Estados Unidos da América)/1996, Austrália/2000, Atenas (Grécia)/2004 e Pequim (República Popular da China)/2008. Já para o sector feminino, Argentina, República Checa e Turquia são os países que se candidataram para acolher o Torneio Pré-Olímpico, a ser disputado de 25 de Junho a 1 de Julho de 2012.

A Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol teve apuramento directo para os Jogos Olímpicos de Londres, depois de ter conquistado, pela primeira vez, o Campeonato Africano das Nações, prova disputada em Bamako, Mali. O Jornal do Desportos contactou o chefe do gabinete técnico e de formação da Federação Angolana de Basquetebol, Tony Sofrimento, para fornecer mais subsídios em relação à candidatura de Angola para organizar o Torneio Pré-Olímpico de basquetebol masculino, mas aquele responsável afirmou que não dominava o dossier.

Fonte: JD

DEIXE UMA RESPOSTA