ANC suspendeu Malema por dividir e sujar a imagem

Líder juvenil é acusado de pronunciamentos provocantes contra figuras políticas Fotografia: AFP

Líder juvenil é acusado de pronunciamentos provocantes contra figuras políticas Fotografia: AFP
A suspensão do líder da Liga dos Jovens do Congresso Nacional Africano (ANC), Julius Malema, na sexta-feira, criou uma onda de choque na África do Sul, onde se reconhece que esta medida vai ter um impacto maior no futuro político do Presidente Jacob Zuma.
Malema foi instado a deixar o seu cargo de presidente da Liga dos Jovens do ANC depois de a comissão de disciplina do partido no poder o acusar de ter provocado uma série de divisões e manchado a reputação da organização.
O líder juvenil foi ainda sancionado pelos seus comentários sobre o ex-Presidente Thabo Mbeki e por ter apelado para uma mudança de regime no Botswana. Os partidos da oposição saudaram a decisão do ANC de suspender Malema. A Brigada dos Jovens do Partido da Libertade Inkatha (IFP) considerou que esta decisão justificava os seus apelos precedentes para a tomada de sanções contra Malema, enquanto o Partido Democrático Cristão Africano considerou que ela envia uma mensagem forte à juventude do país de que nenhuma forma de indisciplina vai ser tolerada pelas autoridades .
No entanto, a Liga dos Jovens do ANC declarou que iria apelar da suspensão do seu dirigente. O seu secretário-geral, Sindiso Magaga, declarou que Malema não teve oportunidade de se explicar antes de ter sido suspenso.
“É um dos direitos mais elementares de toda a pessoa acusada de qualquer acto. Mesmo os criminosos mais duros gozam deste direito elementar”, indicou Magaga, num comunicado oficial à imprensa.

Fonte: JA

DEIXE UMA RESPOSTA