Adobe abandona Flash nos dispositivos móveis

O suporte (ou não) ao Flash Player costuma ser um dos motivos do debate entre usuários de Android e iOS, já que o sistema da Apple costuma ser criticado pela falta de suporte ao plugin. Mas agora a Adobe resolveu abandonar o barco. Fontes da Adobe enviaram um comunicado ao ZDNet, afirmando que “não iremos mais adaptar o Flash Player para dispositivos móveis em novos navegadores, outras versões de sistema operacional ou configurações de hardware”.

Conforme a empresa, seu futuro trabalho com Flash nos dispositivos móveis será focado em permitir aos desenvolvedores que utilizam a plataforma a distribuir seus apps em Adobe AIR. Além disso, ela garante que continuará dando suporte ao PlayBook e aos atuais tablets Android, fornecendo atualizações de segurança e correções de bugs críticos. A incompatibilidade dos smartphones e tablets da Apple com o Flash era justificada por Steve Jobs com vários motivos, especialmente problemas com instabilidade. A “rixa” chegou a ser alvo de uma campanha da Adobe no início do ano passado, meses após o anúncio do primeiro iPad, no qual a empresa se declarava a favor da escolha dos usuários e argumentava que, com a restrição, a Apple queria controlar a liberdade de criação e de experiência na web.

UPDATE:
Em post em seu blog oficial, a Adobe confirmou a informação. No comunicado, a firma diz que “o HTML5 agora é suportado pela maioria dos dispositivos móveis, em alguns casos exclusivamente” e que a tecnologia “é a melhor solução para criar e implantar conteúdo em navegadores móveis”.

DEIXE UMA RESPOSTA