Trocas comerciais registam aumento

Dos oito Estados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Angola é o segundo parceiro comercial da China depois do Brasil
Dos oito Estados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Angola é o segundo parceiro comercial da China depois do Brasil

O comércio entre a China e os oito membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) atingiu 75,196 mil milhões de dólares de Janeiro a Agosto de 2011, um aumento homólogo de 28,37 por cento, de acordo com dados oficiais chineses divulgados ontem em Macau.
Nos primeiros oito meses do ano, a China exportou para os oito países de língua portuguesa mercadorias no valor de 25,348 mil milhões de dólares e importou bens cujo valor ascendeu a 49,849 mil milhões de dólares, gerando para a China um défice comercial de 24,501 mil milhões de dólares.
Para o Brasil, o maior parceiro comercial da China de entre os oito países de língua portuguesa, a China exportou bens no valor de 21,177 mil milhões de dólares e importou mercadorias cujo valor se cifrou em 32,854 mil milhões de dólares. Com Angola, segundo parceiro da China de entre os oito e com o qual mantém um défice comercial regular, o comércio bilateral ascendeu a 17,857 mil milhões de dólares, com Angola a colocar na China produtos no valor de 16,168 mil milhões de dólares e a comprar mercadorias que ascenderam a 1,688 mil milhões de dólares.
Portugal, por seu turno, surge na terceira posição, tendo nos primeiros oito meses do ano vendido à China mercadorias cujo valor ascendeu a 691 milhões de dólares e adquirido bens no montante de 1,935 mil milhões de dólares.Moçambique, o quarto parceiro comercial da China de entre os oito de língua portuguesa, registou trocas comerciais bilaterais de 593 milhões de dólares, tendo o país africano vendido bens no valor de 131 milhões de dólares e adquirido mercadorias cujo valor se cifrou em 593 milhões de dólares.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA