Taxa básica de juro estabiliza os preços

Banco Nacional de Angola
Banco Nacional de Angola

O Comité de Política Monetária estabeleceu em 10,50 por cento ao ano a taxa básica de juro (Taxa BNA), que vai servir de instrumento orientador da política monetária e referência para as taxas praticadas pelos bancos comerciais.
A medida foi tomada na sua primeira reunião, realizada na sexta-feira, depois de analisados os indicadores macroeconómicos, que inclui a evolução recente da economia angolana, dos mercados financeiros e dos acontecimentos a nível internacional e a expectativa de inflação.
Com o estabelecimento de uma taxa de referência, o Banco Nacional de Angola procura, com maior eficácia, influenciar e contribuir para a estabilidade dos preços na economia. Além disso, a taxa de referência vai sinalizar a orientação da política monetária.
Uma subida da Taxa BNA, por exemplo, indica restrição da política monetária, porque o Banco Central prevê um cenário de aumento geral dos preços, que pode pôr em causa a meta de inflação estabelecida pelo Executivo.
Em contrapartida, uma redução da Taxa BNA indica um curso expansionista da política monetária, uma vez que o Banco Central prevê uma diminuição da inflação a curto prazo. Todos os meses, o Comité de Política Monetária vai reunir-se para analisar o comportamento da economia em determinado período e avaliar a necessidade, ou não, de ajustar a taxa básica de juro. No comunicado saído da reunião, o Comité de Política Monetária indica que, “considerando o desempenho da actividade económica a nível nacional, a evolução dos agregados monetários deve ser acompanhada com prudência para que a oferta de moeda se mantenha em níveis adequados com o objectivo de inflação”. A taxa de inflação, adianta o comunicado, tem vindo a desacelerar desde o final do ano passado, situando-se em 11,91 por cento, em Setembro, antevendo-se o alcance do objectivo definido na programação macroeconómica do Executivo.
Orientada pelo governador do BNA, José de Lima Massano, o Comité de Política Monetária analisou, também, o cenário internacional, marcado actualmente pelo tema da dívida pública na Zona Euro e pela revisão em baixa do crescimento da economia mundial, que tem contribuído para a instabilidade nos mercados financeiros internacionais.Criado no final de Agosto deste ano, o Comité de Política Monetária passa a reunir ordinariamente uma vez por mês. A próxima reunião acontece no dia 28 de Novembro.
No final, vai ser divulgado um comunicado, centrado no desenvolvimento da inflação, dos mercados financeiros, da actividade económica real, das medidas de política monetária e na decisão sobre a taxa básica de juros para o período seguinte.

 

Cândido Bessa

Fonte: Jornal de Angola

Foto: JA

DEIXE UMA RESPOSTA