Somália, nova ofensiva contra islamistas shebab

Forças do Governo Federal de Transição e da União Africana progridem no terreno
Forças do Governo Federal de Transição e da União Africana progridem no terreno

A força de paz da União africana na Somália (AMISON) anunciou, ontem que, juntamente com soldados governamentais, lançou uma nova ofensiva para expulsar os combatentes islamistas shebab dos seus últimos bastiões na cidade de  Mogadíscio, capital somali.
“Efectuamos operações próximo do antigo hospital Arafat e da antiga fábrica de massas na estrada industrial e esperamos que essas operações possam rapidamente dar frutos”, refere a nota assinada pelo general Fred Mugisha.
Um oficial do exército somali, o tenente-coronel Abdulahi Anod, afirmou, à imprensa, que as forças pró-governamentais tinham progredido ontem de manhã de manhã para os seus objectivos.
“As nossas forças encontraram focos de resistência, mas avançamos de forma significativa para as últimas posições controladas pelo inimigo”, garantiu.
Os rebeldes shebab, que combatem há cinco anos o Governo de transição somali, reivindicaram um atentado suicida, perpetrado, na terça-feira, em Mogadíscio, contra um camião armadilhado que causou 82 mortos.Com o ataque, o grupo demonstrou que a sua capacidade de desestabilização continua bastante elevada.
Os islamitas controlam a maior parte do sul e do centro da Somália, em guerra civil há 20 anos.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA