Serviços de Identificação chegam a mais localidades

Expansão de serviços visa evitar enchentes na aquisição de documentos
Expansão de serviços visa evitar enchentes na aquisição de documentos

A Direcção Provincial do Bengo de Identificação Civil e Criminal prevê expandir os seus serviços aos municípios de Ambriz e Dembos, até 2012.
“Caso até 2012 as condições de acesso estejam criadas, a Direcção do Bengo de Identificação Civil e Criminal vai expandir os seus serviços aos municípios do Ambriz e Dembos, para facilitar a emissão do novo Bilhete de Identidade”, disse terça-feira, ao Jornal de Angola, o director provincial da referida instituição, Jaime Tavares.
O responsável fez saber que actualmente os serviços de identificação civil e criminal do Bengo encontram-se a funcionar em dois municípios, dos oito que compõem a província, nomeadamente Dande e Icolo e Bengo. A fonte revelou que o sector de identificação do Dande funciona com 25 técnicos, cuja desenvoltura profissional é emperrada pela falta de transporte.
Jaime Tavares informou que a infra-estrutura necessita de ampliação, para prestar serviços de qualidade às populações.
O responsável disse que, de Janeiro a Agosto deste ano, foram emitidos na província 12.624 bilhetes de identidade, contra 10.403 do mesmo período do ano anterior.
Dos bilhetes emitidos, 91 mil são de cidadãos da faixa etária que vai dos seis aos 11 anos, emitidos gratuitamente. Jaime Tavares disse que, durante o período em análise, foram emitidos 2.510 registos criminais.  O novo Bilhete de Identidade começou a ser emitido em Caxito, em 12 de Dezembro de 2009.

Alfredo Ferreira |Caxito

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA