Recurso ao telemóvel é liderado por África

O telefone móvel também serve para fazer as tranferências monetárias entre outras
O telefone móvel também serve para fazer as tranferências monetárias entre outras

Os países africanos lideram a criação de serviços de transferências monetárias por telemóvel, indica o relatório de 2011 da Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (CNUCED) sobre a economia da informação lançado na quarta-feira, em Addis-Abeba.
Segundo o documento, divulgado pela PANA, África domina a tendência, com 51 sistemas de transferência monetária por telefone móvel criados, e menos de 37 foram-no em países menos avançados. O rápido desenvolvimento dos sistemas de transferências por telemóvel cria novas oportunidades para o acesso das micro e pequenas  empresas aos serviços financeiros, em particular nos países com fraco rendimento, revela o relatório.
A criação dos serviços de transferências monetárias por telemóvel descolou nos últimos dois anos. Segundo dados da GSM Associação, cerca de 109 serviços foram criados em Abril de 2011 e isto em todas as regiões em desenvolvimento. Apenas 11 criações de serviços ocorreram em países desenvolvidos e existem  mais de 40 milhões de utilizadores, segundo os provedores junto dos quais os dados sobre os assinantes estão disponíveis.
O banco por telemóvel permite transferir e receber em tempo real e a baixo custo pequenos montantes, e pode igualmente reduzir os custos ligados ao tratamento e à administração dos microcréditos, encorajando os doadores a conceder créditos às micro e pequenas empresas.
Correctamente controlados, estes serviços podem contribuir para fazer progredir o acesso aos serviços financeiros por telemóvel, indica o relatório, que recomenda aos países e aos seus bancos centrais que estudem os meios de integrar as pequenas empresas nos grandes fluxos económicos, através das transacções comerciais e financeiras por telemóvel.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Afp

DEIXE UMA RESPOSTA