Reconfirmação do registo eleitoral nas unidades das Forças Armadas

Tal como acontece em todo o país aumenta a mobilização das pessoas em torno do processo que termina no mês de Dezembro
Tal como acontece em todo o país aumenta a mobilização das pessoas em torno do processo que termina no mês de Dezembro

Os efectivos das Forças Armadas Angolanas (FAA), afectos ao comando da IV divisão de infantaria motorizada, localizado no Cuito, procederam, ontem, à reconfirmação do registo eleitoral.
“Todo o militar tem idade superior a 18 anos, pelo que é necessário o desdobramento das brigadas de registo para se proceder à actualização dos dados eleitorais dos militares”, disse a chefe de repartição municipal do recenseamento.
Mariana Eurico afirmou que duas brigadas forma destacadas para o comando da IV divisão de infantaria motorizada para possibilitar a actualização, em três dias, do registo eleitoral dos militares.
O município do Cuito tem, entre fixas e móveis, nove brigadas de registo eleitoral. Diariamente, em média, são recenseadas 25 pessoas.
Fontes da direcção provincial de registos anunciaram que no Bié se tinham recenseado, até ontem, cerca de nove mil jovens que completam, até Dezembro, 18 anos.

Mulheres mobilizadas

A secretária da Organização da Mulher Angolana (OMA) no Bié sublinhou, ontem, no Cuito, a importância das militantes daquela organização intensificarem a sensibilização de jovens em idade eleitoral para a necessidade de se recensearem.Amélia Quintas, que falava num seminário subordinado ao tema “a mulher e o processo eleitoral”, pediu às militantes da OMA e aos jovens que completaram ou completem 18 anos até Dezembro que se registem. Amélia Quinta afiançou que as militantes da OMA na região “vão continuar firmes” no apoio aos objectivos do MPLA de melhorar as condições de vida da população.
A dirigente da OMA sugeriu às mulheres que continuem a desenvolver actividades pela preservação da paz, da unidade nacional e de solidariedade para com o próximo, formas de contribuírem, frisou, na construção de uma Angola nova e democrática.


PNDA lança apelo ao registo eleitoral

A direcção do Partido Nacional Democrático de Angola (PNDA) reuniu ontem, em Luanda, os seus militantes para abordar a situação do registo eleitoral.
O encontro foi orientado pelo presidente do partido, Geraldo da Silva. O PNDA tem 28 fiscais credenciados, mas não estão a acompanhar o processo, por falta de dinheiro para transporte e alimentação, segundo o presidente. “Devíamos ter fiscais em cada brigada e posto de registo para acompanhar o processo”, referiu o político que, apesar disto, apelou aos militantes do partido para mobilizarem os cidadãos com idade eleitoral activa para o seu registo ou reconfirmação dos seus dados eleitorais.
Tendo em conta as próximas eleições, Geraldo da Silva apelou aos militantes a reforçarem a mobilização e recrutamento dos seus filiados,  para desenvolver o Partido Nacional Democrático de Angola.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA