Rainha do Universo recebida em triunfo

Miss Universo Leila Lopes à chegada a Luanda foi saudada por milhares de pessoas durante o cortejo automóvel pelas ruas da cidade
Miss Universo Leila Lopes à chegada a Luanda foi saudada por milhares de pessoas durante o cortejo automóvel pelas ruas da cidade

Leila Lopes demonstrou ontem a sua satisfação por regressar ao país, depois de ter conquistado o troféu máximo da beleza feminina no mundo. A mulher mais bela do universo foi recebida no aeroporto internacional de Luanda em apoteose, por milhares de pessoas.
“Muito obrigada a todos pelo carinho e pela recepção. Estou muito orgulhosa pela conquista do Miss Universo, mas nada seria possível sem o apoio de todos. Estou feliz por estar de volta a casa e com este troféu na mão”, disse.
Ladeada pelo carinho de todos, a jovem de 25 anos, filha de Geraldo Lopes e Dulce Lopes, regressa ao país um mês depois de ter arrebatado o título.
A vice-presidente do Fundo Lwiny, Joana Lina, disse ao Jornal de Angola que a eleição de Leila Lopes é a prova da determinação e confiança da mulher angolana. “Ficamos orgulhosas por esta conquista, que prova a determinação, a força e a confiança da mulher angolana”, disse.
A Miss Universo foi também recebida pelo governador interino de Luanda, Graciano Domingos, que leu uma mensagem de apreço e de boas vindas. A cerimónia de recepção contou ainda com a presença da vice-governadora de Luanda, Juvelina Imperial, do presidente do Movimento Nacional Espontâneo, Job Capapinha, e de outras individualidades destacadas da sociedade.
A socióloga Fátima Veigas considerou que a vinda da Miss Universo ao país tem um grande impacto na sociedade angolana. “É um orgulho para todos nós, ver o fruto da nossa cidadania que está fora do país. Ficamos agradecidos por ela ter vindo confraternizar connosco”.
Do ponto de vista social, com o feito de Leila Lopes, Angola passou a ser melhor vista no mundo, realça a socióloga. “Ainda há pouco tempo, em Israel, quando fui identificada como angolana, associaram-me logo à Miss Universo. A subida da nossa beleza no ranking mundial é muito importante. Agora estamos com uma outra imagem, a da beleza, que também é sinónimo de desenvolvimento”, disse a socióloga.

Convivência agradável

A directora de talentos do Miss Universo, Estiter Swan, disse ao Jornal de Angola que a convivência com Leila Lopes tem sido agradável. “Ela é uma pessoa jovem, muito bonita e simpática. E está sempre disposta a tudo”.
Depois de Angola, Leila Lopes vai fazer uma digressão por vários países da Europa e Ásia, para cumprir uma agenda de beneficência e apoio às pessoas mais desfavorecidas.
Ontem, foi recebida pela Primeira-Dama de Angola e madrinha do Comité Miss Angola, Ana Paula dos Santos. Hoje visita um projecto social, promovido pelo Instituto Nacional de Luta Contra a SIDA, e é recebida em audiência pelo ministro da Hotelaria e Turismo, Pedro Mutindi.

Miss planta árvore

No quadro da sua visita a Angola, a Miss Universo, em parceria com ambientalistas de Angola, promove hoje, em Luanda, uma campanha de plantação de árvores nos jardins do bairro Talatona, em frente ao condomínio Riviera.
Leila Lopes planta a Árvore Simbólica, sob testemunho da ministra do Ambiente, Maria de Fátima Jardim, de organizações de defesa do ambiente e representantes das Nações Unidas em Angola.
A campanha surge no contexto da recente nomeação como Embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas para o combate à desertificação, e tem como objectivo realçar a importância de se plantarem árvores como mecanismo de inversão dessa realidade que assola vários países em vias de desenvolvimento, particularmente no continente africano.
Sendo Angola um dos 110 países afectados pela degradação dos solos e desertificação, espera-se que Leila Lopes venha a desenvolver programas que contribuam para a sensibilização da comunidade internacional para uma melhor compreensão do problema e elaboração de políticas de gestão sustentável dos solos.

Edivaldo Cristóvão

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Kindala Manuel

DEIXE UMA RESPOSTA