Programa faz diagnóstico das famílias vulneráveis

Coordenadora da Comissão Nacional
Coordenadora da Comissão Nacional

A coordenadora do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza (PMIDRCP), Rosa Pacavira, anunciou ontem, no Luena, o cadastro e diagnóstico das famílias vulneráveis em termos de características sociais, demográficas e epidemiológicas.
Rosa Pacavira fez esse anúncio quando dissertava sobre o tema “Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento e Combate à Pobreza, resultados e perspectivas para o desenvolvimento local”, durante o XXI conselho do Ministério da Saúde.
A também secretária para os Assuntos Sociais do Presidente da República disse que essa pretensão permite identificar os principais problemas de saúde e situação de risco da população.
Com a participação da comunidade, disse Rosa Pacavira, pode-se traçar um plano global para enfrentar os determinantes do processo saúde/doença, criação de equipas de saúde da família, saúde bucal e agentes comunitários de saúde.
Rosa Pacavira acrescentou que, num futuro breve e ainda dentro do PMIDRCP, se pretende ainda dar uma assistência integral e responder de forma contínua e racionalizada à demanda organizada ou espontânea na unidade de saúde da família e no domicílio, acompanhando as referências ambulatórias e hospitalares.
A secretária do Presidente da República para os Assuntos Sociais lembrou que o PMIDRCP, no domínio da saúde, prevê a construção e reabilitação de centros de saúde, oferta de serviços materno-infantis e construção de residências para os técnicos do sector. A capacitação de técnicos para actividades de sensibilização e mobilização comunitária, assim como a manutenção da cadeia de frio, fazem igualmente parte das acções do PMIDRCP.

Lino Vieira | Luena

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola



 

DEIXE UMA RESPOSTA