Presidente da FAF destaca competência do seleccionador nacional

Presidente da FAF, Pedro Neto
Presidente da FAF, Pedro Neto

Luanda – O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Pedro Neto, destacou ontem, em Luanda, a perseverança e competência do seleccionador nacional Lito Vidigal, tendo apontado estes como principais factores determinantes na qualificação dos Palancas Negras à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN’2012).

A prova disputa-se no Gabão e na Guiné Equatorial.
Segundo o dirigente, que falava num jantar oferecido pelo Ministério da Juventude e Desportos, pelo apuramento ao CAN, a campanha de apuramento foi bastante positiva para Angola, por ter ganho quatro jogos.
“A nossa campanha da fase de grupos foi positiva, já que vencemos quatro jogos e perdemos dois, resultados que nos conferiram o apuramento. Cada um de nós foi para esta competição mostrando as suas capacidades e trabalho”, disse.
De acordo com Pedro Neto, os últimos resultados obtidos diante do Uganda e da Guiné-Bissau foram dignificantes para que Angola chegasse a esta competição, pela sexta vez.
Os Palancas Negras já estiveram nos CAN’s da África do Sul’96, Burkina Faso-98,
Egipto-2004, Ghana’2008, Angola-2010.
“Critico as pessoas que não acreditavam desta conquista antes do jogo, devido a desvantagem que trazíamos. Agora muitos dizem que esperavam chegar ao CAN. É triste para quem não acredita no trabalho de outros” – lamentou.
Pedro Neto manifestou-se feliz por uma mensagem recebida de um cidadão anónimo no seu telemóvel, que promete oferecer quatro mil dólares para cada jogador da selecção nacional pela qualificação.
“É um bom gesto e peço uma salva de palmas por esta iniciativa, que esperamos seja abraçada por outros angolanos” – rematou.
Angola ocupou a primeira posição do grupo J com 12 pontos, seguida do Uganda, com 11, Quénia, nove, e Guine Bissau, com três.
Fonte: Angop
Fotografia: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA