Penúria alimentar ameaça a Nigéria

Carência de principais alimentos na Nigéria leva Governo de Abuja a envidar esforços com o objectivo de relançar o sector agrícola
Carência de principais alimentos na Nigéria leva Governo de Abuja a envidar esforços com o objectivo de relançar o sector agrícola

O ministro da Agricultura nigeriano advertiu esta semana,  durante uma audiência com membros da Comissão  Agrícola da Câmara dos Representantes, na capital do país, Abuja, que o país pode registar uma penúria alimentar sem precedentes.
Akinwumi Adesina disse que alguns países asiáticos dos quais a Nigéria importa arroz e trigo reduziram o volume de exportações, o que pode afectar negativamente a aquele país africano.
Entre os países nestas circunstâncias, referiu a Tailândia, a Índia e o Vietname. Segundo o  ministro,  a importação de produtos alimentares da Nigéria é anualmente superior a seis mil milhões de dólares. “As importações de produtos alimentares aumentam a uma taxa insustentável de 11 por cento”, frisou.  Para fazer frente a esta questão, o Governo está a trabalhar com o objectivo de relançar o sector agrícola, adiantou.

Atentado frustrado

O jovem nigeriano acusado de tentar fazer explodir um voo que partia de Amesterdão para a cidade de Detroit em 2009 declarou-se culpado perante a justiça americana. A confissão ocorreu na quarta-feira, um dia depois de Umar Faruk Abdulmutallab, de 25 anos, ter usado o direito de se abster de fazer a sua declaração inicial perante os membros do júri. A tentativa de atentado foi praticada num avião da Norwest Airlines em que viajavam cerca de 300 pessoas.

As autoridades americanas dizem que o jovem foi instigado pelo braço da Al-Qaeda na Península Arábica, mas o plano fracassou porque os explosivos escondidos na sua roupa íntima não detonaram completamente e provocaram uma grande bola de fogo.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Afp

DEIXE UMA RESPOSTA