Peça “Um Jantar de Idiotas” de regresso ao espaço Elinga

Actores Raúl Rosário e Fábio Cassule
Actores Raúl Rosário e Fábio Cassule

Mais do que uma comédia, a peça “Um Jantar de Idiotas”, que ontem voltou ao palco do Elinga Teatro, em Luanda, contém cenas críticas, que levam os espectadores a reflectir sobre as suas vidas amorosas.
A peça é apresentada hoje e amanhã, às 20h30, e requer dos espectadores muita atenção aos diálogos e às representações dos actores dirigidos pela encenadora Maria João Ganga.
“Um Jantar de Idiotas” possui sete personagens, Pierre (papel desempenhado por Raúl Rosário), Christine (Cláudia Mazolélua), Dr. Ar­chambaut (Miro Fernandes), François (Fábio Cassule), Leblanc (Adorado Mara), Marlene (Pulquéria Van-Dúnen) e Cheval (Correia Pelinganga Adão).
Escrita por Francis Verber, a peça tem como cenário uma luxuosa sala de visitas de um apartamento, onde vive Pierre, editor que, além publicar os romances mais vendidos no mercado, tem por hábito conquistar as suas respectivas autoras.
Embora Pierre desconfie que é traído pela mulher, os amigos fazem de tudo para o ajudar. Mas, Cheval – a pessoa indicada pelos amigos François e Leblanc -, na tentativa de amparar, descobre que é também traído pela mulher, que anda com o mesmo amante da mulher de Pierre. A encenadora consegue, nesta peça, projectar outras performances dos actores do Elinga Teatro, sobretudo o desafio de pôr a actriz Pulquéria Van-Dúnem a interpretar um papel que lhe é pouco comum: de comediante.

A peça é uma co-produção Elinga Teatro e Projecto Ulikanga, estando em cartaz quinta, sexta e sábado, até 12 de Novembro, com ingressos à venda ao preço de 2000 kwanzas.
A produção executiva é do Projecto Ulikanga, com cenografia de Pedro Lino, iluminação e sonoplastia de Nuno Nobre e o guarda-roupa e décor de São Amaro. A primeira temporada da peça aconteceu entre Junho e Julho passados, no mesmo espaço em que se deu a estreia.
No contacto com o Jornal de Angola, Maria João Ganga afirmou que vai abandonar o teatro por falta de meios.

 

Francisco Pedro

Fonte: Jornal de angola

Fotografia: Dr

DEIXE UMA RESPOSTA