Parto de Carla Bruni cria alvoroço da imprensa na porta de maternidade

Jornalistas, cinegrafistas e fotógrafos esperam na entrada da clínica La Muette, em Paris.
Jornalistas, cinegrafistas e fotógrafos esperam na entrada da clínica La Muette, em Paris.

Os arredores da clínica parisiense onde a primeira-dama francesa deve dar a luz foram tomados por jornalistas e fotógrafos nesta quarta-feira. Segundo a imprensa local, Carla Bruni teria dado entrada na maternidade pela manhã. O presidente francês foi visto entrando no local.

Uma nota divulgada por uma revista de celebridade francesa provocou uma verdadeira mobilização de jornalistas e fotógrafos diante da clínica La Muette, no sofisticado 16° distrito parisiense, onde tudo já está preparado há dias para o parto de Carla Bruni-Sarkozy. Segundo fontes ouvidas pela revista Closer, a primeira-dama teria dado entrada na maternidade durante a manhã. As agências de notícias também mostraram fotos do presidente Nicolas Sarkozy entrando no local no início da tarde.

Um forte esquema de segurança foi montado diante da clínica e os jornalistas estão posicionados a 200 metros de distância da porta da maternidade. Há nove dias a polícia já havia informado que um perímetro de segurança seria instalado para filtrar o acesso ao estabelecimento.

A presidência já avisou que nenhum comunicado oficial será feito sobre o nascimento do bebê. Essa é a primeira vez na história da República francesa que um presidente se torna pai durante o mandato.

Carla Bruni já é mãe de um menino de 11 anos, Aurélien. Em entrevista recente ela afirmou que não vai expor seu futuro bebê à mídia e nunca divulgará fotos da criança, como em 2007, quando tornou pública a sua relação com Sarkozy. Na época, ela levou Aurélien ao parque Eurodisney, na região parisiense, onde foi seguida por vários paparazzi.

 

Silvano Mendes

Fonte: RFI

Fotografia: REUTERS/Stephane Mahe:

DEIXE UMA RESPOSTA