Palancas Negras afinam pontaria

Confiança na vitória fora de portas domina o ambiente nos treinos dos Palancas Negras
Confiança na vitória fora de portas domina o ambiente nos treinos dos Palancas Negras

Lito Vidigal, técnico da Selecção Nacional de Futebol de Honras, anuncia hoje à tarde, após a última sessão de treino da equipa no país, os 18 jogadores que vão defrontar no sábado, em Bissau, a similar da Guiné. Esta será a última partida do Grupo J da fase de apuramento para a 28ª edição da Taça de África das Nações (CAN), que se disputa de 21 de Janeiro a 12 de Fevereiro de 2012, no Gabão e Guiné Equatorial.
Agendado para as 15h00, no campo sintético do Progresso do Sambizanga, o treino, de aproximadamente 2h30, visa, segundo apurou o Jornal de Angola, aperfeiçoar os últimos pormenores tácticos e aprimorar a técnica individual dos atletas. Corrida com a bola na mão, circulação de bola, passe, recepção com remates à baliza, jogo treino entre os 22 membros da equipa, antecedidos dos habituais exercícios de alongamento, dominam a agenda de trabalhos do técnico dos Palancas Negras.
Ontem, já com a presença dos “estrangeiros”, chegados a Luanda na segunda-feira à noite, o grupo exercitou, durante 2h45, no referido recinto, alguns aspectos tácticos costumeiros, na era Vidigal.
Divididos em dois grupos, o primeiro constituído apenas por defesas e o segundo por médios e avançados, o combinado angolano deu início a cruzamentos dentro da área com remates fortes e colocados fora do alcance do guarda-redes.
A seguir, o “maestro da orquestra” aproveitou para testar aquele que deve ser o 11 inicial na derradeira e decisiva ronda da fase qualificativa. A aposta de Lito Vidigal, no sistema 4X4X2, recaiu para Carlos Fernandes à baliza, quarteto defensivo formado por Marco Airosa, Dany Massunguna, Zwela e Miguel, no meio-campo André Makanga, Djalma Campos, Dedé e Mateus Galiano, e no ataque Manucho Gonçalves formou parelha com Flávio Amado. Pelas reservas alinharam Wilson, Fabrício, Cali, Mingo Bile e Miguel, (defesas), Chará, Gilberto, Dedé e Amaro (no meio-campo) e Love Kabungula e José Vunguidica (no ataque).
Durante a peladinha foi possível observar algum ar de tranquilidade por parte do técnico. Uma vez ou outra, Lito Vidigal parou alguns lances para corrigir o posicionamento, tanto defensivo como ofensivo, dos seus pupilos.
A selecção deixa amanhã o país com destino a Bissau em voo de carreira, passando antes por São Tomé e Príncipe e Sal (Cabo Verde).

 

Anaximandro Magalhães

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Kindala Manuel

DEIXE UMA RESPOSTA