Ler Agora:
Números do registo aumentam
Artigo completo 2 minutos de leitura

Números do registo aumentam

Primeiro secretário apelou aos cidadãos para evitarem constrangimentos

O MPLA anunciou que vai reforçar as acções de mobilização de cidadãos para aderirem à campanha nacional de actualização e registo eleitoral em curso no país até Dezembro próximo.
O partido realizou sexta-feira, em Luanda, um encontro com os militantes e simpatizantes para analisar o balanço da campanha de sensibilização dos eleitores, no complexo desportivo da Cidadela.
O primeiro secretário provincial de Luanda do MPLA, Bento Bento, disse que a mobilização dos militantes, simpatizantes e amigos do partido é positiva, mas o partido pode fazer mais.
Bento Bento defendeu maior mobilização em Luanda por ser a província com maior concentração populacional. No encontro, os dirigentes do MPLA explicaram aos militantes, simpatizantes e amigos a importância do registo eleitoral para o exercício do direito de cidadania, através do voto nas próximas eleições gerais.

Apelo de Bento Kangamba

O membro do Comité Central do MPLA, Bento Kangamba, apelou sábado, na cidade do Lobito, aos militantes, amigos e simpatizantes do partido a aderirem em massa aos postos de registo eleitoral para poderem votar nas próximas eleições gerais marcadas para 2012.
Bento Kangamba, que falava num acto político, reiterou que a importância do registo está no facto de permitir aos cidadãos escolherem nas eleições o partido para governar o país.
O membro do Comité Central lembrou que cada cidadão é livre de votar no partido que quiser nas próximas eleições gerais. O político lembrou que os angolanos foram vítimas de uma guerra devastadora e que agora devem participar nos esforços de democratização das instituições do Estado.  Bento Kangamba apelou ao diálogo, que disse ser a melhor via para ultrapassar as divergências sociais.
O segundo secretário do Comité Municipal do MPLA no Lobito, Paulino Chinbumdo, considerou que esta é a altura dos militantes se prepararem, organizarem e acompanharem todas as actividades programas pela direcção do partido.
As direcções dos comités de acção do partido (CAP), acrescentou, devem começar a trabalhar já na preparação de toda a documentação inerente à realização das assembleias de balanço.

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »