Novos eleitores estão a aumentar

Milhares de cidadãos estão a actualizar os dados dos seus cartões de eleitores para poderem votar nas próximas eleições
Milhares de cidadãos estão a actualizar os dados dos seus cartões de eleitores para poderem votar nas próximas eleições

As autoridades ligadas ao registo eleitoral no Huambo registaram, desde Junho até quarta-feira, nos 11 municípios, 111.981 eleitores, um número que deixa satisfeito o vice-ministro da Administração do Território para os Assuntos Institucionais e Eleitorais.
Adão de Almeida disse que os números, que dizem respeito a novos eleitores e a cidadãos que foram actualizar os dados dos seus cartões de eleitores, dão a garantia de que a meta de 650 mil eleitores pode ser ultrapassada.
Dos dados avançados pelas autoridades locais do registo indicam que o município do Huambo lidera, com 52.345 eleitores, seguido da Caála com 18.276 e do Bailundo com 12.786.
Na província, estão disponíveis 30 brigadas, espalhadas pelos 11 municípios. Adão de Almeida disse que o número pode ser aumentado, caso haja necessidade.
“Por onde passámos, fomos incentivando as brigadas a aumentarem o seu desempenho e a população a aderir aos postos de registo, já que muitos deles, que residem nas aldeias, desconhecem que este processo está em curso e é de capital importância”, disse o vice-ministro. Adão de Almeida encorajou os representantes dos partidos políticos a desempenharem com zelo o seu trabalho de fiscalização, porque só assim, segundo ele, “o processo vai decorrer sem grandes sobressaltos, sempre na busca do patriotismo e defesa do interesse das populações”.
Segundo Adão de Almeida, até segunda-feira, estavam registados 1,6 milhões de cidadãos em todo o país. Mas nos últimos dias há uma grande afluência de reconfirmações e de registo de novos eleitores, devido à campanha de sensibilização que está a decorrer.

Processo no Soyo

No município do Soyo, o segundo secretário municipal do MPLA, José Diabanza, pediu aos cidadãos, a afluírem aos postos de actualização geral de registo eleitoral, com vista às próximas eleições presidenciais e legislativas de 2012.
José Diabanza fez o apelo no campo dos Embondeiros, durante um acto político precedido de uma manifestação de apoio à mensagem do Presidente da República sobre o Estado da Nação.
“Só é verdadeiramente angolano  quem se exprime pelos seus sentimentos patrióticos e democráticos, que se consubstanciam na nossa participação activa e consciente no processo eleitoral”, acrescentou.

Com Jaquelino Figueiredo | Soyo

Adolfo Mundombe | Huambo

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA