Mogadíscio está sob intensos combates

Tropas somalis combatem os Shebab
Tropas somalis combatem os Shebab

Tropas do Governo de Transição (TFG) da Somália, apoiadas pela AMISOM, da União Africana (UA), avançaram, ontem, em direcção a posições dos rebeldes do Shabab na periferia de Mogadíscio.
Os confrontos concentraram-se no subúrbio de Deynile, a Nordeste da cidade, reduto dos guerrilheiros, que continuam a controlar o centro e o Sul do país.
O comandante dos serviços de segurança do TFG disse, ontem, que forças governamentais controlavam “grande parte de Deynile”.
O Quénia, cujo Exército combate, no Sul da Somália, os rebeldes do Shahbad, anunciou ter mobilizado “um importante dispositivo de segurança”, por ocasião, ontem, do Dia dos Heróis.
Nairobi responsabilizou os shabab pelos recentes sequestros de estrangeiros no seu território. O Governo do Quénia anunciou, na quarta-feira, que realizava grandes operações em Nairobi, nos locais onde suspeita estarem escondidos simpatizantes do grupo islâmico  O vice-ministro de Segurança Interna do Quénia disse, no Parlamento, que a operação ia ser “a maior de todas”.
O Exército daquele país da África Oriental iniciou, no fim-de-semana, com apoio de forças militares do Governo de Mogadíscio, uma ofensiva contra os redutos de Al Shabab na Somália, com o argumento que os rebeldes, em cerca de um mês, sequestraram, no Quénia, três estrangeiros.
“Os edifícios de vidro de Nairobi não estão seguros se o Quénia continuar com a ofensiva na Somália. Vamos reagir ao ataque e fazer os quenianos sofrer”, disse, na segunda-feira, em Mogadíscio, em conferência de imprensa, um porta-voz do Al Shabab, em reacção àquela ofensiva .

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA