Milhares de pessoas na Huíla vão usufruir de água potável

Administrador fala dos projectos que visam fazer com que os munícipes deixem de percorrer longas distâncias ou recorrer aos rios
Administrador fala dos projectos que visam fazer com que os munícipes deixem de percorrer longas distâncias ou recorrer aos rios

Mais de 25 mil habitantes do Chiange, sede municipal dos Gambos, e da comuna do Rio de Areia, na província da Huíla, vão passar a dispor de água potável ao longo deste ano, graças a dois sistemas de captação e distribuição, que estão a ser executados com êxito.
O administrador municipal dos Gambos, Elias Sova, que avançou ontem a informação, disse que, nas duas localidades, foram concebidos igualmente programas de ampliação da rede de distribuição de energia eléctrica, também em fase final.
Para o projecto de ampliação da rede de distribuição de energia eléctrica foi adquirido um novo gerador de 500 KV para a sede comunal do município dos Gambos e um outro de 13 KVA para a localidade do Rio de Areia, abrangendo dez mil famílias. Os referidos projectos, concebidos no quadro do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, no município dos Gambos, 150 quilómetros a sul da cidade do Lubango, estão executados na ordem dos 80 por cento, segundo Elias Sova.
Quanto aos programas de combate à fome e à pobreza, afirmou que estão a decorrer com normalidade, estando a ser construídas duas escolas de cinco salas cada, para atender o ensino primário e secundário do primeiro ciclo, e dois sistemas de captação e distribuição de energia, nas comunas do Rio de Areia e na sede do município.
Para o êxito da execução dos projectos, a administração municipal empregou 73 milhões de kwanzas para a sede do município e 13 milhões no Rio de Areia.
Muitos destes projectos vão ser inaugurados durante as comemorações do 36º aniversário da Independência Nacional, a 11 de Novembro. Entre os programas concebidos para este ano, a administração já construiu três escolas, no Chiange, na comuna da Chibemba e no Rio de Areia, que permitirão a inserção de mais de 500 crianças no sistema de ensino.
A administração municipal dos Gambos incluiu, também, no quadro dos programas de combate à fome e à pobreza, a construção e reabilitação de chimpacas, para o abeberamento do gado.

 Neste programa, a administração contou com a colaboração da União Europeia, que financiou a abertura e reabilitação de quatro chimpacas, sistemas que vão minimizar as distâncias de criadores na procura de água para o gado.

 

Arão Martins | Lubango

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Arão Martins

1 COMENTÁRIO

  1. Boa tarde,
    Fui criada no Chiange, Gambos juntamente com muitas outras pessoas da minha idade. O Chiange é para todos os efeitos a minha terra. Gostaria de saber o que se faz lá agora. Nós tinhamos lá 3 casas e uma fazenda ao lado da Tunda, a 5 Km do Chiange quem vai para a Chibemba. Estou a aposentar-me, mas nada me faria mais feliz que poder ajudar o Chiange a crescer. Fui lá professora em 1972/3. Apraz-me registar que há muitos alunos e muitas salas de aula. Gostaria ainda de poder aceder por internet à Administração do Municipio ou a qual quer outro site. Já vi que o Bar que era dos meus pais está em funcionamento, mas gostava de saber mais…

DEIXE UMA RESPOSTA