Messi e CR7 candidatos à bola de ouro

Ronaldo e Messi são os destaques.
Ronaldo e Messi são os destaques.

O Barcelona tem 10 jogadores e o Real Madrid cinco na lista dos candidatos à Bola de Ouro de 2011, divulgados ontem pela FIFA e pela revista France Football. Messi, Iniesta, Xavi, Cesc, Alves, Villa, Puyol, Piqué, Abidal e Alexis são os jogadores “blaugrana” incluídos na lista, enquanto Casillas, Xabi Alonso, Cristiano Ronaldo, Özil e Khedira são os “marengues” mencionados.

A lista definitiva dos candidatos é conhecida a 1 de Novembro, sendo que a FIFA revela os três finalistas a 5 de Dezembro e o vencedor é conhecido a 9 de Janeiro de 2012. Na lista figuram ainda David Silva, Schweinsteiger, Lahm, Gómez, Thomas Müller, Ribery, Klose, Sneijder, Van Persie, Robben, Van der Vaart, Samuel Eto’o, Kun Agüero, Luis Suárez, Diego Forlán, Chicharito Hernández, Wayne Rooney, Neymar e Antonio di Natale.

Na classe feminina, a brasileira Marta, vencedora da Bola de Ouro do futebol feminino nas últimas cinco edições (prémio organizado entre a FIFA e a revista France Football) é a principal favorita à conquista da edição 2011. Na lista das 10 candidatas, além de Marta, estão também Sonia Bompastor (França), Kerstin Garefrekes (Alemanha), Aya Miyama (Japão), Alex Morgan (EUA), Louisa Necib (França), Homare Sawa (Japão), Lotta Schelin (Suécia), Hope Solo (EUA) e Abby Wambach (EUA). Os prémios são entregues na gala da FIFA, marcada para 9 de Janeiro.

Villas-Boas
treinador do ano do FC Porto

André Villas-Boas esteve presente, na noite de segunda-feira, na Gala dos Dragões de Ouro, que decorreu no Coliseu do Porto. O técnico do Chelsea viajou de Londres ao Porto para receber o prémio de Treinador do ano. Villas-Boas foi aplaudido por todos os presentes no Coliseu do Porto, que o saudaram pela fantástica campanha durante a época 2010/11.

O actual treinador do Chelsea recebeu o troféu das mãos do presidente do Porto, Pinto da Costa, com quem trocou um abraço.
Ao tomar a palavra, o técnico mostrou-se feliz com o carinho demonstrado pelos presentes. “É um regresso a casa”, afirmou. “É uma honra receber este prémio junto a pessoas que me acompanham desde a juventude”. “Se há algo que nos distingue como portistas é que queremos sempre mais e por isso ganhamos mais”, acrescentou.

Hulk, que recebeu o prémio de futebolista do ano, mostrou o seu “orgulho” pela distinção. “É um prémio de uma importância enorme, e é bom quando se ganha. Os prémios ficam para o resto da vida. Fui o primeiro a ganhar dois anos consecutivos, vou ficar na memória do FC Porto e fico feliz com isso. Espero continuar a dar muitas alegrias. Dou sempre o meu melhor pelos clubes onde estou, neste momento esse clube é o FC Porto. Estou muito grato ao clube pelo que faz por mim e espero retribuir.”

Na gala, foi ainda distinguido João Moutinho, como Atleta do ano. Na ocasião, Moutinho mostrou-se bastante orgulhoso pelo prémio recebido. “Estar aqui é um enorme orgulho e é a forma do FC Porto retribuir o nosso trabalho da época passada. Foi um ano brutal, onde ganhámos quase tudo”, afirmou.

Domingos
evita falar em títulos

Domingos Paciência, técnico do Sporting de Portugal, era um homem feliz com a vitória, por 6-1, frente ao Gil Vicente, segunda-feira à noite, no Estádio José Alvalade. Ao falar à SportTV, o técnico dos “leões” começou por considerar justa a goleada alcançada, naquela que foi a nona vitória consecutiva do Sporting: “Na primeira parte não foi um jogo tão intenso como eu gostaria, o que se explica em parte pelo desgastante físico acumulado.

Mas, por aquilo que construímos, podíamos ter conseguido mais golos até ao descanso. Depois, embalámos para uma goleada, justa
pelo que fizemos em campo”, afirmou o técnico. Este é o nono triunfo consecutivo da equipa de Alvalade e Domingos defendeu que o crescimento de uma “onda verde é positivo, mas o mais difícil é manter”.

“Isso é que dá mais trabalho, manter os níveis de motivação e confiança. Mas temos de lutar para isso”, declarou. “Os jogadores estão a ser muito honestos, a trabalhar bem e a mostrar em campo aquilo que está ao seu alcance, mas a responsabilidade é aumentar”, acrescentou. No entanto, Domingos recusou-se a assumir a candidatura ao título: “Vamos pensar passo a passo, jogo a jogo. Se conseguirmos manter esta regularidade, de certeza que andaremos nos lugares da frente”, disse.

Lista
de vencedores

Filiais e Delegações do Ano: Alfândega da Fé (nacional) e Venezuela (internacional)
Dirigente do ano: Ilídio Pinto
Carreira: Celestino Oliveira
Treinador do ano: André Villas-Boas (futebol)
Atleta do ano: João Moutinho (futebol)
Futebolista do ano: Hulk (futebol)
Atleta de alta competição do ano: Reinaldo Ventura (hóquei em patins)
Atleta amador do ano: Manuel Santos Oliveira (bilhar)
Revelação do ano: James Rodríguez (futebol)
Atleta jovem do ano: Christian Atsu (futebol)
Sócio do ano: Paulo Teixeira Pinto
Parceiro: Unicer
Projecto do ano: Dragon Force
Recordação: Pôncio Monteiro
Dragão de Honra: Manuel Salgado


Fonte: Jornal dos Desportos

Foto: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA