Maioria das Bolsas da Ásia conseguiu bons resultados

Sessão de ontem na Bolsa de Tóquio
Sessão de ontem na Bolsa de Tóquio

A maioria das Bolsas de Valores asiáticas fechou em alta ontem, com investidores optimistas que os líderes europeus conseguirão chegar a um acordo definitivo para conter a crise de dívida, mas a incerteza antes de uma importante cimeira da União Europeia limitou os ganhos.
O índice MSCI das acções da região Ásia-Pacífico com excepção do Japão subia 0,67 por cento, tendo alcançado o maior patamar desde meados de Setembro. As autoridades da UE se aproximaram de um acordo no fim-de-semana sobre a recapitalização de bancos, enquanto França e Alemanha pareciam perto de um consenso sobre como usar o EFSF (Fundo Europeu de Estabilização Financeira). Mas decisões finais foram deixadas para uma segunda reunião, hoje, podando as valorizações dos mercados.
“Muito já foi definido, então os fluxos de realização de lucro devem acontecer inicialmente e colocar pressão de baixa sobre o mercado depois de quarta, antes que o mercado se consolide”, avaliou Frances Cheung, estrategista do Crédit Agricole CIB em Hong-Kong. Nesta sessão, a alta do MSCI foi liderada por metais e energia, com recuperação das commodities. A força dos recursos naturais ajudou o índice de Xangai a subir 1,66 por cento.
A confiança na Ásia também foi impulsionada depois que a maior fabricante de equipamentos pesados do mundo, a Caterpillar, relatou disparada de 44 por cento nos lucros, sugerindo que a saúde da economia global pode não estar tão ruim quanto se pensa.
Em Tóquio, o índice Nikkei reverteu os ganhos de mais cedo para encerrar em queda de 0,92 por cento, enquanto o iene mantinha-se perto da máxima recorde frente ao dólar. O índice de Seul caiu 0,51 por cento. O mercado avançou 1,05 por cento em Hong-Kong e a Bolsa de Taiwan ganhou 0,28 por cento. Singapura subiu 0,33 por cento e Sydney fechou com desvalorização de 0,64 por cento.

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA