Libolo perde mas sagra-se campeão antecipado

Recreativo do Libolo conquistou o primeiro título nacional de futebol
Recreativo do Libolo conquistou o primeiro título nacional de futebol

Luanda – Apesar da derrota hoje, no estádio da Cidadela, diante do Progresso do Sambizanga (1-2), o Recreativo do Libolo conquistou o primeiro título nacional de futebol, beneficiando-se do empate entre Petro de Luanda e o Kabuscorp do Palanca (2-2).

A formação do Kwanza Sul mantém-se com 56 pontos, mais três que a equipa do Palanca a uma ronda do final da competição. Mesmo que perca e o Kabuscorp vença, na última jornada, o Libolo fica com o título fruto do resultado nos jogos entre si, no molde de desempate.

Na Cidadela, o Progresso do Sambizanga, que procurava a manutenção, superiorizou-se ao adversário e conseguiu os três pontos da continuidade no Campeonato Nacional (Girabola). Os golos do encontro, da 29ª jornada, foram apontados por Luís, aos 34 minutos e Edy, na própria baliza (78′).

Apesar da derrota, o Recreativo do Libolo criou a primeira ocasião de golo. Aos 31 minutos Rasca passou pelo guarda-redes Josimar e, com a baliza aberta, rematou, mas Brazuca tirou a bola na linha do golo.

Na resposta, os “sambilas” chegaram ao primeiro golo por Luís, que fintou dois defesas e o guardião contrário antes de atirar para o fundo da baliza. Nos minutos que se seguiram as duas formações não protagonizaram jogadas de realce, terminando a primeira parte com vantagem do Progresso (1-0).

Na etapa complementar, os “sambilas” entraram dominadores, mas, como aconteceu na primeira parte, foi o Libolo a “cheirar” o golo por Aguinaldo e Gomito. Ambos obrigaram Josimar a duas defesas apertadas, sendo o primeiro depois de combinação com Rasca, rematou cruzado com pé esquerdo, e o segundo de um livre indirecto.

Aos 78 minutos, o Progresso ampliou a vantagem com auto-golo de Edy ao tentar desarmar Luís, que se isolava. A um minuto do fim (89), Adawa, na marcação de uma grande penalidade, reduziu para 1-2, mas insuficientes para impedir a vitória “sambila”.

Com esta vitória, o Progresso soma 35 pontos na 11ª posição, ao passo que o Libolo continua na liderança com 56.

Fonte: Angop

Fotografia: M. Machangongo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA