Jovens do Uíge desapontados com discurso de Eduardo dos Santos

Opinião de jovens
Opinião de jovens

O desemprego entre jovens é elevado, mas o assunto não foi abordado no discurso do Estado da Nação.

O desemprego como principal causa da frustração dos jovens foi o aspecto para o qual discurso do presidente da República não encontrou resposta,segundo os comentários recolhidos pela sociedade do Uíge, na sequência da nossa reportagem.

Dentre todos, os chamados biscateiros, consideram-se a camada mais desprezada.Quem circule nos mercados informais pode ver dezenas de menores de idade e de adolescentes executando trabalhos de todo o tipo para, esforçadamente,poderem sobreviverem.

A Voz da América foi ao encontro destes para ouvir as suas opiniões sobre o discurso proferido perante o país pelo presidente José Eduardo dos Santos.

Papi João,”pussupussueiro”, como vulgarmente são designados os indivíduos que transportam cargas com carros de mão. Papi diz que o discurso do presidente foi “lindo para o próprio camarada”, mas nada para eles.

Para Almeida Victor, estudante universitário,”os jovens estão saturados com a má governação e não há discursos capazes de convencê-los”. Victor acescenta que “as manifestações ainda vão continuar até que se demitam do poder”.

Mas,o jovem Marcos João, militante do MPLA, considera que o chefe de Estado angolano enviou uma mensagem convincente.

 

Por Marcelina Ferraz | Uíge

Fonte: VOA

Foto: VOA

 

DEIXE UMA RESPOSTA