Hospitais regionais de referência

José Van-Dúnem pediu maior engajamento das delegações provínciais da Saúde
José Van-Dúnem pediu maior engajamento das delegações provínciais da Saúde

O ministro da Saúde, José Van-Dúnem, defendeu no sábado, no Luena (Moxico), a criação de centros regionais hospitalares para aproximar os serviços das populações e responder com rapidez à solicitação das pessoas.
José Van-Dúnem, que presidia à cerimónia de encerramento do sexto conselho consultivo do Ministério da Saúde realizado naquela cidade, defendeu a regulamentação e actualização do quadro legislativo dos diplomas que regulam o sector, sobretudo o funcionamento das unidades sanitárias. Este trabalho, segundo disse, deve avançar já.
O ministro pediu o engajamento das direcções provinciais para que a criação de centros regionais hospitalares seja um êxito e defendeu que a municipalização dos serviços de saúde deve ser um processo dinâmico, estruturante e irreversível.
No âmbito da recolha de subsídios para a actualização de diplomas que regulam o sector, o Ministério da Saúde vai alargar a discussão com profissionais do sector, dada a importância que o processo tem para o funcionamento do sistema no futuro.
Em relação à formação de quadros do sector, disse que é preciso desencadear um programa de capacitação de ampla dimensão, destinado a aumentar as competências e a produtividade do pessoal do sector, para melhorar o desempenho a nível dos postos e centros de saúde.

Formação de quadros

Por outro lado, considerou que é igualmente necessário melhorar as condições e capacidades das escolas de saúde na formação de quadros de nível médio e superior, tendo em conta as exigências do momento. Do seu ponto de vista, as doenças crónicas devem merecer maior atenção, tanto na vertente da monitorização da sua prevalência, como da prestação de serviços e de cuidados. O Ministério da Saúde conta com a colaboração do Ministério da Administração do Território para dotar os administradores municipais de competências e conhecimentos sobre planificação e gestão da saúde a nível local.
José Van-Dúnem reconheceu que existe vontade e o compromisso da parte dos administradores, para melhorar a planificação e desempenho do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural Contra a Pobreza (PMIDRCP).

 

Lino Vieira |Luena

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: João Gomes

DEIXE UMA RESPOSTA