Greves e mau tempo prejudicam tráfego aéreo internacional

Fato raro para esta época do ano, uma grande tempestade de neve atingiu a costa leste dos Estados Unidos neste sábado e perturbou o funcionamento dos aeroportos.
Fato raro para esta época do ano, uma grande tempestade de neve atingiu a costa leste dos Estados Unidos neste sábado e perturbou o funcionamento dos aeroportos.

Greves na companhia aérea australiana Qantas e na francesa Air France e tempestades de neve nos Estados Unidos perturbaram parte do tráfego aéreo internacional neste final de semana e deixaram dezenas de milhares de passageiros bloqueados.

O tráfego aéreo na costa leste dos Estados Unidos voltou ao normal neste domingo depois de grandes tempestades de neve, um recorde histórico para esta época do ano, que fizeram três mortos e deixaram 3 milhões de casas sem eletricidade.

Fato raríssimo para um mês de outubro, cerca de 30 centímetros de neve caíram em certas regiões da Pensilvânia, do Connecticut e de New Jersey.

Os aeroportos de New Jersey, de Nova York e de Massachussetts, que tiveram neste sábado uma média de seis horas de atraso, já operavam normalmente na manhã deste domingo.

Greves

Na Austrália a situação do tráfego aéreo também deve voltar ao normal. O órgão da arbitragem convocado pelo governo australiano para encontrar uma solução ao conflito trabalhista da companhia aérea Qantas ordenou, neste domingo, a retomada dos voos interrompidos neste sabado.

O órgão tinha a opção de ordenar a suspensão ou o fim da mobilização. Um porta-voz do comitê de arbitragem explicou que órgão optou pelo fim do conflito devido ao impacto importante sobre o turismo.

Mais de 70 mil clientes da Qantas em todo mundo não puderam embarcar em voos da companhia neste fim de semana, depois que a direção da empresa decidiu suspender o tráfego aéreo e manter todos seus aviões no solo, em uma estratégia radical para tentar resolver um impasse com os sindicatos que já durava meses.

Os sindicatos têm realizado uma campanha de greves para pedir melhores salários e para protestar contra a estratégia da empresa de concentrar suas atividades internacionais na Ásia. Um dos sindicatos chegou a ameaçar manter as greves até meados de 2012.

Segundo o direção da Qantas, os voos poderão ser retomados a partir desta segunda-feira.

França

A greve de comissários de bordo e aeromoças da Air France entrou neste domingo em seu segundo dia. A companhia informou que o tráfego aéreo neste domingo era quase normal, com mais de 8 em cada 10 voos operando, mas os sindicatos afirmaram que a mobilização foi reforçada.

Em um comunicado, a direçéao da Air France garantiu que 85% dos voos previstos serão mantidos nesta segunda-feira.

Os principais sindicatos da Air France iniciaram, neste sábado, uma greve de 5 dias para pedir melhores condições de trabalho e para protestar contra um plano que prevê a redução de pessoal em voos de longa distância.

A direção tenta amenizar os efeitos da greve limitando o número de passageiros em certos voos e fretando aviões de outras companhias. A paralisação acontece durante o final de semana prolongado do feriado de Todos os Santos, período de férias escolares durante o qual muitas famílias costumam viajar.

 

Fonte: RFI

Foto: REUTERS

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA