Governo emprega mais de 200 milhões de kwanzas na construção do aterro sanitário

Governador do Huambo, Faustino Muteka
Governador do Huambo, Faustino Muteka

Huambo – Mais de duzentos milhões de kwanzas serão empregues este ano, pelo Governo da Província do Huambo, na construção da primeira fase do aterro sanitário, inserido do projecto de saneamento básico e reaproveitamento de resíduos sólidos.

Em declarações à Angop, o director do gabinete de estudos e  planeamento do Governo da Província do Huambo, Victor Tchissingui, revelou que as obras de construção do aterro sanitário iniciam no dia 05 do corrente mês, projecto a ser implementado numa área de 100 hectares na localidade de Categuenha, arredores desta urbe.
De acordo com o responsável, os acordos finais do projecto serão assinados, nesta segunda-feira, entre o Governo e a empresa vencedora do concurso público, não citada, que vai igualmente construir no local infra-estruturas e outros serviços de tratamento de resíduos sólidos.
O director realçou que a construção no local de uma incineradora para o tratamento dos resíduos sólidos produzidos em unidades sanitárias e outros serviços iniciam em Janeiro de 2012, numa acção do governo da província, que visa tornar a região na capital ecológica do país.
Actualmente, na cidade do Huambo e arredores, as operadoras recolhem mais de 300 metros cúbicos de lixo.
Fonte: Angop
Fotografia: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA