Governo adverte professores faltosos e critica pais que abandonam filhos

Governadora promete apoiar os camponeses no escoamento dos produtos do campo
Governadora promete apoiar os camponeses no escoamento dos produtos do campo

A governadora da província do Namibe, Cândida Celeste, advertiu na quinta-feira, na comuna do Betiaba, que doravante os professores que se furtem ao seu dever de estar nas aulas para ensinar os alunos vão ser punidos com penas de um ano de cadeia.
Para Cândida Celeste, as ausências injustificadas de professores, principalmente nas turmas do interior da província, devem ser denunciadas, para que as autoridades possam tomar medidas contra esses agentes da educação. A responsável manifestou igualmente preocupação em relação aos casos de reprovação de crianças, defendendo que os meninos devem transitar de classe para que as turmas de onde saírem possam ser preenchidas por outros.
Cândida Celeste chamou ainda a atenção dos pais e encarregados de educação para não abdicarem das suas responsabilidades de criar condições para que os filhos cheguem à escola. “Os que assim não procederem devem ser punidos e levados à cadeia do Bentiaba para cumprimento da pena de um ano”.
A governante exortou ainda as mães a manter a higiene dos filhos para o seu bem-estar físico e mental, contribuindo para bom aproveitamento escolar.

Produção agrícola

No campo da agricultura, a governante ficou satisfeita com o que viuna comuna, mais precisamente na localidade do Inamangando, devido aos inúmeros campos agrícolas. O governo provincial vai apoiar os camponeses no escoamento dos produtos do campo para a cidade, evitando que os mesmos se deteriorem, garantiu.
A governadora reconheceu haver na localidade, afecta ao município do Namibe, muita criação de gado bovino, suíno e caprino, além de aves, que ajudam a erradicar a insuficiência alimentar.

 

JOÃO UPALE | Namibe

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA