Google promove conferência em Angola

Presidente da Google Eric Schmidt durante um encontro no Senado americano
Presidente da Google Eric Schmidt durante um encontro no Senado americano

A Google, com o apoio da embaixada dos Estados Unidos da América (EUA), acolhe, de oito a nove de Novembro, pela primeira vez, o G|Angola, uma conferência sobre tecnologia web e móvel destinada a empreendedores e responsáveis de desenvolvimento em Angola.
O evento, que decorre no Hotel Victoria Garden, em Luanda, conta com a participação de mais de 400 empresários, empreendedores, engenheiros e programadores web, que se juntam a mais de 15 especialistas da Google de todo o Mundo, para discutir o futuro dos negócios “on-line” e do desenvolvimento de aplicações web, bem como para receber formação sobre os produtos da Google.
Segundo um comunicado da organização, o G| Angola representa o compromisso que a Google assumiu de promover a Internet em Angola e em todo o continente, destacando as oportunidades de negócios apresentadas pelo sistema.
“As empresas terão a oportunidade de explorar os enormes benefícios da adopção da tecnologia digital e da integração de instrumentos com base na Internet na gestão dos seus negócios”, refere a nota.
Para os técnicos, acrescenta a nota, o G-Angola incidirá sobre o Google Chrome, Android, Google Maps, AppEngine e Google Apps, e os participantes terão a oportunidade de explorar as tecnologias “open source” da Google através de uma combinação de palestras técnicas, reuniões e sessões de trabalho com produtos de desenvolvimento experimental executados por engenheiros de várias partes do Mundo.
O documento acrescenta que haverá também seminários para jornalistas e um portal de notícias sobre ferramentas úteis para o jornalismo. Entre os principais oradores do evento, a nota indica Nelson Mattos, vice-presidente de Engenharia e Produtos da Google para a Europa, Médio Oriente e África.
De acordo com a organização, esta conferência é a última de uma série de fóruns interactivos e dias de tecnologia que a Google tem vindo a realizar em África, desde o fim de 2009, com o objectivo de promover a inovação e o desenvolvimento de negócios no continente.

Fundada em 1998 pelos doutorandos da Universidade de Stanford Larry Page e Sergey Brin, a Google é hoje uma companhia de Internet de topo em todos os principais mercados globais.
A missão da Google em África é tornar a Internet uma parte integrante da vida quotidiana, aumentando a sua relevância e utilidade, eliminando barreiras de acesso para os potenciais utilizadores e desenvolvendo produtos que sejam significativos para os países da região.
A Google tem a sua sede em Silicon Valley e escritórios espalhados pelas Américas, Europa, África, Ásia e Oceânia.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA