ETA põe fim ao terrorismo

ETA anunciou o fim definitivo da sua actividade armada
ETA anunciou o fim definitivo da sua actividade armada

Num comunicado escrito e num vídeo divulgado ontem às 19 horas pelo diário basco “Gara”, a ETA anunciou o fim definitivo da sua actividade armada, ou seja, do terrorismo.
Deste modo, a mais antiga organização terrorista em actividade na Europa Ocidental põe fim a 51 anos de história, durante os quais provocou mais de 800 mortos. No vídeo, os três encapuçados, que aparecem em nome da organização, apelam aos governos de Espanha e França “para abrirem um processo de diálogo directo” destinado a solucionar “as consequências do conflito”.
Uma terminologia que repete o léxico utilizado na resolução da conferência internacional de paz realizada, na passada segunda-feira, em San Sebastián, ao qual os etarras se referem expressamente na sua missiva. “Foi uma iniciativa de grande transcendência política”, assinalam.  “Chegou a hora de olhar para o futuro com esperança. É tempo, também, de actuar com responsabilidade e valentia”, considera a organização.
“O caminho do futuro tão pouco será fácil, devido à imposição que ainda perdura, pelo que cada passo, cada conquista, será fruto do esforço e da luta da cidadania basca”, acentua o texto. O fim do terrorismo por parte da ETA acontece no momento de maior debilidade da organização, devido ao crescente isolamento social no País Basco, pela demarcação progressiva do seu braço político e à pressão policial que, em Espanha e França, destruiu a capacidade operacional dos seus “comandos”.

 

Fonte: Jornal de Angola

Foto: Kantoximpi.blogspot

DEIXE UMA RESPOSTA