Embaixador considera Estatuto do Diplomata de extrema importância

Embaixador João Manuel Bernardo
Embaixador João Manuel Bernardo

Luanda  – O embaixador angolano indicado para o Vietname, João Manuel Bernardo, considerou, em Luanda, o Estatuto do Diplomata como documento importante para a valorização da carreira e dos profissionais.

Falando em entrevista à Angop, a propósito da publicação em Diário da República do Estatuto do Diplomata, João Bernardo disse que este é um documento que já se fazia necessário.

Isto, frisou, pelo facto de ser uma peça importantíssima não só na vida do Ministério das Relações Exteriores, como dos elementos que constituem o departamento governamental, que são os diplomatas.

Para o embaixador, servirá de guia da actividade, bem como de protecção dos quadros.

Acrescentou que o estatuto do diplomata chegou de facto num momento muito importante, por este facto é que o mesmo foi muito saudado e discutido ao longo do IV Conselho Consultivo Alargado, realizado em Fevereiro último.

Explicou ainda que deu aos profissionais da carreira diplomática muito ânimo, sobretudo quando se teve conhecimento da sua aprovação, ao nível do Conselho de Ministros, o que veio a dar mais força, dinamismo e coragem para o bom trabalho que o diplomata deve realizar na defesa dos interesses do povo, governo e nação angolana.

Neste sentido, disse, veio também valorizar o próprio diplomata, daí o facto de existir unanimidade em relação a pertinência da norma.

Para João Bernardo é o resultado da experiência  de todos estes anos de trabalho na área e do surgimento da própria instituição.

Neste sentido, acrescentou, deve-se honrar todos quantos trabalharam na elaboração do documento, para que hoje fosse uma realidade, bem como aqueles que valiosas contribuições apresentaram durante a sua discussão, no quadro do Conselho Consultivo.

Na vida diplomática desde Dezembro de 1996, altura em que foi nomeado, pelo Presidente da República, embaixador em Cuba, seguindo-se a China, João Manuel Bernardo é o chefe da missão na República Socialista do Vietname.

 

Fonte: Angop

Fotografia: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA