Delinquência juvenil apresentada em teatro

Grupo vai levar aos palcos a história de um drama muito comum em Luanda
Grupo vai levar aos palcos a história de um drama muito comum em Luanda

O grupo São Paulo Artes apresenta, amanhã, às 19h30, em Luanda, no espaço Lai-Roi, no bairro Valódia, a peça “Brincar com a Vida”, uma abordagem sobre a delinquência, a partir da experiência de vida de um adolescente órfão.
O director e encenador do grupo SãoPaulo Artes, Francisco Júnior, afirmou, ao Jornal de Angola, que a peça, de 45 minutos, é representada por dez actores, que interpretam várias personagens.
Na peça, “Man Churra”, o protagonista, é um adolescente que abandona a casa dos tios, devido aos maus-tratos, e acaba por viver na rua, onde se torna um marginal muito perigoso.  Este drama é hoje comum a várias famílias de Luanda, disse o encenador que acrescentou que o consumo excessivo de álcool e de drogas pelos jovens é outro drama abordado na peça.
“É preciso usarmos o teatro como uma ferramenta educacional, capaz de instruir e dar bases sólidas a sociedade angolana, particularmente aos jovens”, disse.
O São Paulo Artes foi fundado, em 23 de Dezembro de 2006, pelo professor e catequista Francisco Júnior. Estreou-se em 7 de Outubro do ano seguinte, no Centro Cultural Agostinho Neto, no Bairro Operário, com a peça “João Biling”.

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: DR

DEIXE UMA RESPOSTA