Cristãos coptas fazem novos protestos durante funeral no Cairo

Cristãos coptas participal de funeral no Cairo.
Cristãos coptas participal de funeral no Cairo.

Milhares de cristãos da minoria copta se reuniram nessa segunda-feira na catedral copta do Cairo para participar dos funerais de 17 manifestantes mortos no domingo, durante um protesto pacífico dissipado com violência pelas forças de segurança.No total, 25 pessoas morreram, a maioria atropelada por tanques blindados, e 329 ficaram feridas. Os coptas protestavam contra o incêndio de uma igreja no sudeste do Egito.

A minoria copta, que representa de 6 a 10% da população, denuncia um aumento da discriminação pela maioria muçulmana, principalmente dos salafistas, uma corrente ultraconservadora do islamismo.

As Forças Armadas, no comando do país desde fevereiro, anunciaram a prisão de 40 pessoas e pediram ao governo uma investigação rápida sobre o incidente.

Na segunda-feira à noite, manifestantes promoveram uma marcha de protesto entre a catedral do Cairo em direção aos hospital copta onde estão sendo atentidos a maior parte dos feridos no confronto. Os manifestantes fizeram um apelo para diminuir as tensões interreligiosas no país e pediram a demissão do chefe do Conselho Militar no poder, o marechal Mohamed Hussein Tantaoui.

Temor

Governos ocidentais e o Vaticano receiam um aumento da tensão com a proximidade das eleições legislativas no Egito, marcadas para o dia 28 de novembro, a primeira votação no país após 30 anos de ditadura do ex-presidente Hosni Mubarak.

As Forças Armadas, no comando do país desde fevereiro, anunciaram a prisão de 40 pessoas e ordenaram uma investigação rápida sobre o incidente.

 

Fonte: RFI

Foto: Reuters/Amr Abdallah Dalsh

DEIXE UMA RESPOSTA