Crescimento dos aeroportos de Cabo Verde

Tráfego aéreo é estimulado pelo turismo

Os aeroportos e aeródromos de Cabo Verde processaram mais de 1,3 milhões de passageiros entre  ps meses de Janeiro e Setembro, um crescimento homólogo de 10,3 por cento, informou a Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA).

Tráfego aéreo é estimulado pelo turismo

De acordo com dados divulgados pela ASA, todas as infra-estruturas aeroportuárias do país tiveram um desempenho positivo, com destaque para o tráfego internacional, que cresceu 16,7 por cento, bem mais do que o doméstico, que teve um aumento de 4,9 por cento.
O aeroporto do Sal manteve a liderança de todos os aeroportos e aeródromos, com particular destaque no tráfego internacional, e no aeroporto da Praia, a cidade capital, o tráfego doméstico continuou a superar o internacional.
A ASA informou ainda que a carga aérea registou uma quebra de três por cento no terceiro trimestre, mas o acumulado do ano aponta um crescimento de 7,5 por cento, com 2,9 mil toneladas.
Em 2010, o movimento de passageiros nos aeroportos de Cabo Verde cresceu 11 por cento, tendo passado de 1,44 milhões de dólares para 1,6 milhões, segundo a ASA.
De acordo com a entidade pública que gere os aeroportos e o tráfego aéreo em Cabo Verde, já naquele ano os resultados superaram as previsões e vieram confirmar uma ligeira retoma no turismo e no sector dos transportes aéreos.
A ASA informou ainda que o movimento de aviões a nível doméstico aumentou, naquele ano, 6,2 por cento, enquanto o tráfego internacional cresceu 12,2 por cento e o movimento de aviões de e para o estrangeiro subiu 9,1 por cento. Os aeroportos internacionais do Sal, da Praia e da Boavista  registaram maior movimento.

Contrariando a tendência dos anos anteriores, o movimento da carga aérea registou um aumento em 2010 de 9,2 por cento, ultrapassando os 3,6 milhões de quilos de carga, com maior expressão nas operações domésticas (crescimento de 14,4 por cento).

Fonte: Jornal de Angola
Fotografia: AFP

 

DEIXE UMA RESPOSTA