Construções anárquicas na mira das auroridades

O administrador comunal do Forte Santa-Rita, na província do Namibe, Caita Cavaco, garantiu na terça-feira que as autoridades estão a desenvolver esforços, no sentido de combater a progressão de construções anárquicas, na capital da província, por criarem embaraços no ordenamento e gestão urbanística.
Sobre as construções anárquicas em alguns bairros periféricos, Caita Cavaco referiu à Angop que o crescimento e desenvolvimento habitacional, sem a observação das formalidades urbanísticas, origina o surgimento de bairros irregulares que dificultam a criação dos serviços sociais básicos. Por isso, aconselhou a população a não construir sem a observância das normas arquitectónicas e de urbanização estabelecidas por lei.
O governo da província trabalha na edificação de novas centralidades, adiantou o administrador, com os requisitos urbanísticos universais, obedecendo a padrões de conforto, com rede eléctrica, água, saneamento básico e locais para serviços da Administração do Estado, que serão erguidos no bairro 5 de Abril, Cambongue, Aida e Praia Amélia.

Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA