Comunidade internacional reage à condenação de Timochenko

Comunidade internacional reage à condenação da ex-primeira ministra ucraniana, IouliaTimochenko.
Comunidade internacional reage à condenação da ex-primeira ministra ucraniana, IouliaTimochenko.

A comunidade internacional reage a sentença de 7 anos de prisão e 150 milhões de euros em multas que condenam a ex-primeira ministra ucraniana, Ioulia Timochenko, por abuso de poder.

União Europeia, Estados Unidos e Rússia se manifestaram nesta terça-feira contra a decisão judicial ucraniana. Timochenko é a responsável pela assinatura de um contrato de gás com a Rússia em 2009, quando estava no poder, que teria lesado a Ucrânia.

A Casa Branca denuncia um veredicto político e pede sua liberação imediata. Com a decisão, a ex-primeira ministra fica proibida de exercer cargos oficiais pelos próximos três anos.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, também se pronunciou sobre o caso, pedindo um processo judicial imparcial e equilibrado.

O bloco europeu fez ameaças ao governo ucraniano se a ex-primeira-ministra não desfrutar de um processo de apelação justo. “A União Europeia está profundamente decpcionada e se a situação não melhorar, pode provocar consequências sérias sobre a conclusão de um acordo entre o bloco e a Ucrânia”, afirmou a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton.

 

Fonte: RFI

Fotografia: REUTERS/Gleb Garanich

 

DEIXE UMA RESPOSTA