Casimiro Carbono: “Este regime não serve. Precisamos de uma Segunda República”

Casimiro Carbono ao sair da prisão a 14 de Outubro
Casimiro Carbono ao sair da prisão a 14 de Outubro

rapper angolano Casimiro Carbono criticou o governo e o Presidente de Angola e disse que continuará os seus protestos até que as autoridades ouçam e façam alguma coisa pelos pobres.

Respondendo aos ouvintes da Voz da América, no programa “Angola, Fala Só”, disse ter pouca esperança que este governo e regime façam pelo povo o que é preciso e crê que é preciso uma “Segunda República”.

Carbono criticou vários aspectos do discurso do Presidente José Eduardo dos Santos sobre o Estado da Nação, mas elogiou o facto de ele ter reconhecido que a juventude esteve sempre com o povo.

Carbono criticou o sistema judicial que o manteve preso indevidamente, assim como as irregularides processuais do caso William Tonet.

 

 

 

Fonte: VOA

Foto: Alexandre Neto / VOA

DEIXE UMA RESPOSTA