Altos representantes das Nações Unidas em Bissau para discutir combate ao narcotráfico

Mercado de Bissau
Mercado de Bissau

Altos representantes das Nações chegam amanhã a Bissau para reforçar o combate contra o narcotráfico e o crime organizado na região oeste-africana.

Durante a deslocação os altos responsáveis das Nações Unidas, o Representante Especial do Secretário-Geral da Guiné-Bissau e o Chefe do UNIOGBIS, têm encontro marcado com as autoridades do país, nomeadamente, com o Presidente da República e com o Primeiro-ministro. Estes encontros vão assegurar o apoio da organização à Guiné-Bissau no combate ao narcotráfico e crime organizado, e ainda em outros planos nacionais relevantes.

Manuel Pereira, responsável pelo Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crimes- UNODC, reconhece que desde 2008, altura em que a Guiné-Bissau começou a beneficiar do apoio da Comunidade Internacional e da UNODC, o país deixou de registar grandes apreensões de droga.

O responsável das Nações Unidas contra Drogas e Crimes reconhece, no entanto, que houve uma tentativa de desviar as rotas de narcotráfico ao tentaram voltar-se para as ainda existentes fraquezas do território nacional em matéria de aplicação da lei.

Manuel Pereira falou do projecto Unidades de Crimes Transnacionais, um projecto que existe já em quatro países, Guiné-Bissau, Serra Leoa, Libéria e Costa do Marfim, e que tem como objectivo o combate ao narcotráfico que ainda existe na região.

 

Neidy Ribeiro

Fonte: RFI

Foto: Flickr/ Jose A. Herran

DEIXE UMA RESPOSTA