“Água para todos” chega ao Massango

População aplaude a construçao do novo sistema que visa combater as doenças causadas pelo consumo de água bruta
População aplaude a construçao do novo sistema que visa combater as doenças causadas pelo consumo de água bruta

Os habitantes de Massango, localizados na sede municipal, ganharam, no último sábado, um sistema de abastecimento de água potável, no âmbito do Programa de Combate à Fome e Pobreza, em curso em Malange.
O projecto, totalmente remodelado, a partir de uma conduta com cerca de 3,5 quilómetros, vai distribuir diariamente 35.000 litros de água aos moradores dos cinco bairros de Massango. O sistema, inaugurado pelo governador provincial de Malange, Boaventura Cardoso, tem dez chafarizes, que vão aliviar a procura de água no município.
O governador de Malange disse que a concretização do referido projecto surge na base da orientação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na perspectiva de serem minimizados os problemas da população.
A par deste projecto, o governador avançou que esforços estão a ser envidados para que a localidade de Massango ganhe mais escolas, postos médicos, casas para professores e enfermeiros e outros serviços essenciais. O governador provincial disse que, com a inauguração do referido sistema, se abrem perspectivas para a melhoria das condições de vida da população, rumo ao desenvolvimento.
A população local manifestou-se regozijada por mais este programa, que vai ajudar a minimizar os vários problemas daquela parcela da província de Malange.
Azenate Mulundo, moradora de Massango, disse que antes da inauguração deste projecto, a população era obrigada a percorrer grandes distâncias para adquirir água, muitas vezes sem qualidade.
“A água que consumíamos antes tinha uma cor acastanhada e provocava várias infecções na pele e outras doenças”, salienta a munícipe, para quem a execução do projecto vem resolver este problema.

O governador Boaventura Cardoso fez inaugurações semelhantes na comuna de Cateco Cangola, no município de Calandula, onde pediu à população para conservar os empreendimentos.

Francisco Curihingana | Massango
 Fonte: Jornal de Angola

Fotografia: Francisco Curihingana | Massango



 

DEIXE UMA RESPOSTA