Timbaland e artistas nacionais animaram a noite da Cidadela

O músico e produtor norte-americano Timbaland fez estremecer o Pavilhão da Cidadela Desportiva, no espectáculo alusivo aos dez anos da Unitel, que ainda contou com as actuações de Anselmo Ralph, Walter e Nicol Ananaz, Zona 5, Pérola, Big Nelo e Paul G.
Os artistas americanos Ciara, Fat Joe, Lil’ Kim e DJ Scratch que eram aguardados com expectativa foram os grandes ausentes da noite pintada de cor de rosa e azul. Confirmado nos últimos dias pela produção do espectáculo, Timbaland, que esteve pela primeira vez em Angola, rubricou o ponto mais alto da noite. O espectáculo começou com duas horas e meia de atraso.
Responsável pelos maiores sucessos de Missy Elliott, Aalyah, Nelly Furtado e Justin Timberlake, Timbaland foi a última atracção do espectáculo e animou os espectadores durante 45 minutos, com temas de sua autoria e alguns sucessos por ele produzidos.
Acompanhado de um DJ que animou a noite com misturas, scratch e beat box, o artista norte-americano fez o público cantar, gritar e pular ao som de “Sexy back”, “Promiscuos”, “Carry out”, “Try Again”, “Apologies”, “My love”, “Cry me a river”, “What goes around”, “Give it to me”, “Sucessful”, “What you want”, “Dirty off a Shoulder ”, “Work it” e “The way you are”.
Além da principal atracção da noite, os músicos angolanos não deixaram os seus créditos por mãos alheias. Walter e Nicol Ananaz foram os primeiros a medir a pulsação do público, às 21H00. Ao som de “Mboia”, “Lean Back”, “Magoa”, “É bom” e “É vida é bomba”, e com toques de dança únicos, a dupla de manos teve muitos aplausos da plateia.
Seguiu-se o rapper Big Nelo, que acompanhado do grupo “Os 3”, levou alegria aos presentes, dando a sensação de que o público luandense estava com saudades de o ver cantar na capital. Big Nelo interpretou “Dá mais karga”, “Eu sou o Big” e “És o meu amor”, dando lugar a Paul G, seu antigo companheiro nos SSP, que cantou “The feeling” e “Freek me out”, numa versão pop.
Depois subiu ao palco a exuberante Pérola. A cantora levava um fato que lhe marcava o corpo. Na companhia do rapper Sandocan, Pérola foi muito aplaudida ao interpretar “Break it”, canção que lhe garantiu o Prémio de Melhor Voz Feminina no Kora. Cantou igualmente “I wanna let you know my name”, “Arranjei só” e “Omboio”, que fez os presentes cantar em umbundu.

Anselmo Ralph foi o artista nacional mais aplaudido pelos espectadores, que o acompanharam do princípio ao fim da sua actuação. Subiu ao palco algemado e dentro de uma tenda. Após ter sido solto pelos bailarinos, Anselmo Ralph provou a sua popularidade interpretando os temas “Vem cá”, “Estou a ficar maluco”, “Não liga”, “Fanatismo”, e para manter o nível chamou os músicos Sandocan e Bruno M e juntos cantaram “Domesticado” e “O que adianta”.
O grupo Zona 5 foi a última atracção angolana em palco. Acompanhados de B. Boys (dançarinos) no estilo krumping, o quinteto mostrou que é o melhor grupo do estilo da actualidade. Vestidos a rigor, cantaram “Temos Swagga”, “Sou Solteiro”, “Magala” e “Abana o vestido”, fazendo o Pavilhão da Cidadela Desportiva pular de emoção.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA