Socióloga afirma que luandenses perderam hábitos comunitários

Luanda – A população de Luanda perdeu a cultura de participar nas tarefas inerentes ao saneamento básico e conservação do meio em que vive, deixando tudo para as autoridades fazerem, afirmou hoje (terça-feira) em Luanda, a socióloga Mariana Cadete.

Em declarações à Angop, a também docente, recordou que no passado o angolano participava regularmente das várias campanhas voluntária que ajudavam a manutenção das localidades e que agora esses hábitos se perderam.

A docente é de opinião que os moradores devem participar nos trabalhos de limpeza e embelezamento dos seus bairros, ajudando a manter um ambiente saudável na comunidade em que vivem.

Quanto ao papel das comissões de moradores, a fonte disse que as mesmas devem ser consideradas parceiros do estado, “porque são elas que estão junto das populações e que vivem os problemas das comunidades”.

“As comissões de moradores devem acompanhar os programas das administrações comunais e municipais virados para os benefícios das populações, nomeadamente sobre a distribuição de energia eléctrica e água potável, saneamento básico, melhoramento das localidades, entre outros”, adiantou.

Para um funcionamento isento e exemplar a favor das populações, elas devem beneficiar do apoio das estruturas do estado, para que possam exercer na pratica a função de parceiros do estado, e alertar as autoridades sobre o que os moradores necessitam e também sobre o que acontece na sua circunscrição, concluiu.

Fonte:angob

DEIXE UMA RESPOSTA