Ler Agora:
SME expulsa estrangeiros em situação migratória ilegal
Artigo completo 2 minutos de leitura

SME expulsa estrangeiros em situação migratória ilegal

Mbanza Kongo – Cento e quatro cidadãos da República Democrática do Congo foram repatriados, nos últimos sete dias, pelo Serviço de Migração e Estrangeiros na província do Zaire, por entrada e permanência ilegal em território nacional.

Um comunicado de imprensa da direcção provincial do SME, enviado hoje (sexta-feira) à Angop, em Mbanza Kongo, refere que a cifra eleva em 37 cidadãos ilegais expulsos, comparativamente a igual período anterior.

Especifica que 81 foram repatriados através do posto fluvial de Kimbumba (Soyo), 20 no posto fronteiriço do Luvo (Mbanza Kongo) e três na comuna fronteiriça do Buela, município do Kuimba.

O documento sublinha, por outro lado, que outros 35 cidadãos, dos quais 27 da RDC, dois vietnamitas, três malianos, dois chineses e um da Guiné-Conacry foram detidos pelo SME nos municípios de Mbanza Kongo e Soyo, por permanência ilegal no território nacional.

A nota refere ainda que no mesmo período, foi recusada entrada, em território nacional, de nove cidadãos da RDC, por falta de documentos de viagem e de meios de subsistência.

Com uma extensão de 40 mil e 130 quilómetros quadrados, a província do Zaire partilha 330 quilómetros de fronteira com a região do baixo congo, na RDC.

Fonte: Angop

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »