Secretaria da OMA apela militantes a contribuírem na erradicação do analfabetismo

Kunhinga- A secretaria da Organização da Mulher Angolana no município do Kunhinga, província do Bié, Maria Albino Sassoma, defendeu hoje a necessidade das mulheres filiadas na organização contribuírem com acções positivas na luta contra o analfabetismo no seio da camada feminina.

Em declarações à Angop, a responsável da OMA aconselhou as militantes, simpatizantes e amigas a trabalharem na sensibilizarem das mulheres no sentido de frequentarem as aulas de alfabetização, para que saibam ler e escrever.

Segundo ela, a medida visa erradicar o analfabetismo no seio das mulheres e consequentemente contribuir para o bem-estar social das mesmas.

Informou ainda que no âmbito do processo de ensino e aprendizagem, mais de mil mulheres estão matriculadas, distribuídas em 32 salas de aulas.

O sistema de alfabetização no município é assegurado por 21 professores.

Fonte: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA