Ler Agora:
Revisão de planos curriculares foi recomendada em seminário
Artigo completo 2 minutos de leitura

Revisão de planos curriculares foi recomendada em seminário

Os participantes no primeiro encontro nacional das ciências agrárias e medicina veterinária, promovido pelo Ministério do Ensino Superior e da Ciência e Tecnologia, recomendaram no Sumbe, aos órgãos do sector, para constituírem equipas de peritos, com a finalidade de harmonizar os diferentes planos curriculares.
O encontro, que decorreu sob o lema “o perfil do agro-pecuário a formar em Angola”, contou com a participação de reitores de instituições de ensino superior, directores nacionais de diferentes sectores, decanos, directores-gerais dos institutos superiores, directores dos institutos médios agrários, consultores, técnicos, empresários e estudantes. Dirigido pelo secretário de Estado do Ensino Superior, Adão do Nascimento, os participantes no encontro abordarams temas sobre as competências especificas e genéricas do graduado em engenharia agronómica e florestal, o perfil do engenheiro agrónomo e florestal, projecção estratégica do Instituto Superior Politécnico do Kwanza-Sul e mobilidade dos profissionais agro-pecuários.
Foram igualmente discutidos temas sobre as competência específicas e genéricas do graduado em medicina veterinária e zootecnia, o perfil do engenheiro zootécnico, o perfil do médico veterinário, perfil do técnico médio, agro-alimentar, produção animal e vegetal, recursos florestais e gestão agrícola. Em comunicado final, os participantes recomendaram às instituições de ensino superior para criarem condições técnicas e infra-estruturas que permitam o início das licenciaturas em engenharia e zootecnia, ao abrigo das disposições legais.
Os participantes no encontro do Sumbe recomendaram ainda que os responsáveis pelo sector tenham uma visão abrangente em relação ao técnico médio agrário, porque é um profissional que se insere nos diferentes segmentos da produção e gestão agrícola. Outra preocupação manifestada prende-se com a revisão dos currículos dos cursos médios agrários, para permitir maior adequação à continuidade dos estudos superiores.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »