República do Congo está no bom caminho

O Congo apresenta indicadores económicos satisfatórios
O Congo apresenta indicadores económicos satisfatórios

A directora de Operações do Banco Mundial (BM) para o Congo e República Democrática do Congo (RDC), Marie Françoise Marie Nelly, anunciou em Brazzaville o apoio da instituição financeira internacional à visão da República do Congo de se tornar num país emergente até 2025, no termo de uma audiência com o Chefe de Estado congolês, Denis Sassou N’Guesso, afirmou na quarta-feira uma fonte próxima da Presidência congolesa.
“O Congo lançou a Visão Congo 2025 que visa fazer do mesmo um país emergente. Nós trocámos impressões com o Presidente congolês sobre as condições necessárias para que este objectivo seja atingido. Para já, o ponto de partida é excelente, já que o Congo teve o quarto crescimento mundial em 2010 e temos uma situação macroeconómica favorável”, dissea responsável do Banco Mundial.
Saudando os esforços feitos pelo Congo Democrático, sublinhou que entre os desafios a enfrentar para alcançar o objectivo de país emergente, figuram a realização das reformas nos sectores do petróleo, da administração pública, da educação e social; a melhoria do clima dos negócios e a diversificação da economia.
Afirmou ainda que a ascensão do Congo ao ponto de conclusão da Iniciativa dos Países Pobres Altamente Endividados (IPPAE) é o ponto de partida de uma nova era para o país. A directora das Operações do BM para o Congo e RDC passou, por outro, lado, em revista com o Presidente Sassou N’Guesso a situação macroeconómica do Congo e a execução dos projectos de infra-estruturas, como a construção da barragem hidroeléctrica de Imboulou (120 megawatts) e a reabilitação do Caminho-de-Ferro Congo Oceano (CFCO).

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA