Repartição fiscal da Gabela combate fuga aos impostos

A repartição fiscal da Gabela, município do Amboim, na província do Kwanza-Sul, arrecadou, desde Janeiro do corrente ano, 68 milhões de kwanzas para os cofres do Estado.
As receitas arrecadadas resultaram de impostos dos 6.690 contribuintes das classes e de imposto predial urbano dos municípios do Amboim, Conda, Quilenda e do Ebo.
Segundo o chefe de repartição fiscal da Gabela, Lino José Maria, dada a escassez de quadros e técnicos, foram adoptados mecanismos que permitem a formalização de impostos nos municípios que abrangem a região fiscal da Cela, onde estão em reabilitação e construção várias infra-estruturas económicas.
“A falta de quadros continua a ser a preocupação da repartição fiscal, pois temos apenas cinco técnicos, número irrisório, face à dimensão dos municípios abrangidos pela região fiscal”, disse Lino José Maria.
Quanto à fuga ao fisco, o chefe da repartição fiscal da Cela disse que os infractores têm os dias contados, porque existe uma fiscalização permanente, com o apoio das Administrações Municipais. Lino José Maria pediu aos contribuintes para cumprirem o calendário de pagamento de impostos, que começa em Janeiro e termina em Abril de cada ano. Alguns contribuintes dizem que nem sempre pagam os impostos na hora certa, porque nem todas as regiões têm repartições fiscais.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA