Rede multicaixa amplia serviços

As multicaixas passam a apresentar uma nova imagem
As multicaixas passam a apresentar uma nova imagem

O director de tecnologias e segurança da Empresa Inter-bancária de Serviços, Eduardo Martins Pinto, anunciou sexta-feira em Luanda que vai ser inserida uma nova imagem, a partir da próxima semana, nos ecrãs dos aparelhos da rede multicaixa, fruto de um investimento de pelo menos 100 mil dólares.
Numa conferência de imprensa de apresentação do novo rosto dos ATM, o gestor disse que a nova imagem se insere na estratégia de comunicação da Empresa Interbancária de Serviços (EMIS) e começa a ser exibida nos aparelhos multicaixa a partir de amanhã.
“Hoje temos um rosto próximo da rede multicaixa, aproximando a identidade da rede da entidade gestora. É mais nacional, enquanto a antiga imagem não estava muito próxima da identidade da EMIS e da rede multicaixa. Tinha uma colagem muito próxima da sua rede de origem, a rede multibanco”, afirmou.
A par da inserção da nova imagem nos ecrãs da rede multicaixa, a EMIS vai disponibilizar ao mercado uma nova máquina, totalizando quatro aparelhos de prestação de serviços automáticos diversos.
Quanto ao balanço dos dez anos de existência da rede multicaixa, Eduardo Pinto qualificou de significativo o trabalho, porquanto dos 30 aparelhos da rede multicaixa iniciais, hoje estão instaladas 1.240 máquinas multicaixa. Sem fornecer no momento dados comparativos, indicou que actualmente instalaram-se 13.793 terminais de pagamento automáticos, emitiu-se mais de dois mil cartões multicaixa e realizaram-se seis milhões de transacções/mês.
Criada a 18 de Abril de 2002, a rede multicaixa integra o BNA e todos os bancos comerciais existentes no país, cabendo à EMIS prestar assistência às instituições financeiras bancárias. Sobre a insuficiência de dinheiro na rede multicaixa aos fins-de-semana, o responsável atribuiu essa responsabilidade aos bancos, cabendo à EMIS identificar os terminais sem dinheiro e comunicar às instituições bancárias.
Em Abril último, a rede multicaixa reduziu a sua produção em 14 por cento, resultante do excesso de chuvas, da degradação dos acessos aos multicaixas e da impossibilidade de abastecer e fazer manutenção às máquinas, afirmou.

 

“A EMIS reconhece o grande esforço dos bancos, mas é muito complicado nas nossas condições garantir que todas as máquinas tenham notas diariamente, sobretudo aos finais de semana, período de maior pressão sobre as máquinas”, justificou.

Cartões internacionais

Um projecto designado “Nova Plataforma de Emissão e Gestão de Cartões” está a ser desenvolvido pela Empresa Interbancária de Serviços (EMIS), para que a firma possa emitir e processar em Angola cartões de marcas internacionais como o Visa e o Master Card.
Ao anunciar o facto, o director de tecnologias e segurança da EMIS, Eduardo Martins Pinto, declarou que a empresa perspectiva concluir a plataforma em Outubro próximo e quando o sistema começar a funcionar os bancos vão poder negociar com as referidas marcas para editar um cartão misto multicaixa Visa ou multicaixa Master Card.
“O que acontece com as marcas é que a emissão de marcas internacionais depende de acordos entre os bancos e as marcas e são os bancos que vão decidir se querem fazer um multicaixa Visa, um multicaixa Master Card ou se querem apenas emitir Visa ou só emitir Master Card”, afirmou o director de tecnologia e segurança.

 

 

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA