Quela precisa de mais enfermeiros

O sector da Saúde do município do Quela, na província de Malange, necessita de pelo menos 20 novos enfermeiros para reforçar o quadro clínico.
O chefe de repartição municipal da Saúde, João Ganga, revelou ontem que, neste momento, o município conta apenas com 17 enfermeiros, número que considerou insuficiente para fazer face às solicitações.Na localidade do Mufuma, por exemplo, existe apenas um enfermeiro, facto que está a preocupar as autoridades municipais, devido os transtornos que a situação cria às populações.
João Ganga disse que o Quela possui uma rede sanitária composta por um hospital municipal com capacidade para internar 25 pacientes e igual número no centro de saúde, e cinco postos médicos.
O hospital municipal presta serviços de consultas externas de maternidade, pediatria, banco de urgência e do programa de transmissão vertical do HIV-Sida.
A unidade sanitária dispõe apenas de uma ambulância para a evacuação dos doentes graves para a sede provincial, número considerado insuficiente para satisfazer todas as necessidades.

Assistência médica melhora

O chefe da repartição municipal da Saúde afirmou que a conclusão, no prazo de 180 dias, das obras de ampliação do hospital municipal, com capacidade para 40 camas, vai permitir a melhoria da prestação do atendimento e assistência médica e medicamentosa às populações do município. Mais de oito mil pacientes foram assistidos entre e Janeiro e Junho na referida unidade sanitária, destacando-se a adesão das mulheres às consultas pré-natais.
Além do surgimento de duas especialistas na área da maternidade, o chefe de repartição municipal da Saúde do Quela disse que foram ainda criadas equipas móveis para a realização de consultas externas e pré-natais, e a instalação do Programa Alargado de Vacinação (PAV) nalgumas comunas.
João Ganga lamentou a fraca participação dos pais e encarregados de educação nas campanhas de vacinação, por estes reservarem a maior parte do seu tempo às actividades do campo.As enfermidades mais frequentes no município do Quela são as diarreicas e respiratórias agudas, parasitoses, malária, infecção urinária e dermatite.

 

in Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA