Porto e Benfica decidem título no Dragão

FC Porto e Sport Lisboa e Benfica decidem, hoje, às 20h30, no Dragão Caixa, o título de campeão português de basquetebol, no sétimo e último jogo do “play-off”.
O treinador Moncho Lopez disse, ontem, que o FC Porto não vai desperdiçar a oportunidade de se sagrar campeão” no derradeiro jogo.
“Está tudo nas nossas mãos e há muito tempo que não perdemos um jogo no Dragão Caixa.
O FC Porto não sofreu nenhuma derrota na presente época.
FC Porto e Benfica, cumpridos seis jogos, encontram-se empatados, fazendo prevalecer o factor casa nos jogos realizados. Os dragões, vencedores da fase regular, dispõem da vantagem de realizar o último jogo em casa.
“Os jogadores tem de estar concentrados, fazer o que têm a fazer e controlar os nervos”, sustentou Moncho Lopez, sem esconder alguma frustração por o FC Porto não ter conseguido ganhar nenhuma partida no pavilhão da Luz.
O treinador dos dragões extrai alguns ensinamentos dos jogos menos conseguidos no reduto do Benfica:
“Cometemos alguns erros, que temos de evitar repetir neste encontro decisivo”.
“Espero que a minha equipa jogue bem, concentrada e sem acusar o nervosismo de uma final e também que os árbitros façam um bom trabalho”, acrescentou Moncho Lopez, que foi muito crítico com a arbitragem do último jogo na Luz.
O extremo Carlos Andrade considerou que o decisivo jogo da final do “play-off” com o Benfica é “decidido em pormenores”.
O jogador referiu que o factor psicológico também é muito importante, pois o título é decidido numa finalíssima e que ambas as equipais partem com 50 por cento de hipóteses de vencer.
“Trabalhámos muito para chegar aqui e o facto de o último jogo ser no Dragão Caixa, frente ao nosso público, que nos tem apoiado muito, é muito importante. Os adeptos merecem”, acrescentou.
Elogiado por Moncho Lopez como sendo um dos principais pilares da equipa, Carlos Andrade agradeceu as referências do treinador.
“Cada jogador sabe o que tem a fazer”, referiu Carlos Andrade, acrescentando que ambas as equipas já se defrontaram várias vezes esta época e já não têm segredos nem nada a esconder.
Carlos Andrade falou ainda da possibilidade de o Porto perder hoje: “Não será o fim do mundo, mas não é isso que queremos. O nosso objectivo é vencer”.

Fonte: Jornal de Angola

DEIXE UMA RESPOSTA